Boletim Fiscal

Fique a par das novidades fiscais e contributivas desde o final do mês de fevereiro

As respostas aos efeitos gerados pela guerra que eclodiu com a invasão da Ucrânia pela Rússia dominaram o quadro de iniciativas durante o último mês, quando o Governo continuou em gestão, à espera da repetição das eleições legislativas, e só foi empossado a 30 de março.

A dimensão fiscal do preço dos combustíveis – uma temática constante

A guerra na Ucrânia teve impacto direto na evolução dos preços do petróleo, acelerando subidas que já se notavam antes, E a única ferramenta que o Governo tem para minimizar consequências dos aumentos abruptos é a fiscalidade.

Instabilidade no mercado reacende discussão sobre fiscalidade dos combustíveis

A guerra na Ucrânia veio criar uma ainda maior instabilidade nos mercados dos combustíveis, acendendo os debates sobre a fiscalidade e prometendo acelerar a transição energética.

“[Aumentos dos combustíveis] exigem uma aceleração da transição energética”

A instabilidade que se verifica no sector da energia, que já vinha de trás, mas que foi exacerbada com a guerra provocada pela invasão russa da Ucrânia, obriga a revisitar políticas e a redefinir planos, nomeadamente os relacionados com a transição energética, pela conquista da independência energética, que passoua a ser um objetivo político, com impacto geoestratégico.

Correr atado a uma bola de chumbo fiscal

O conflito desencadeado pela invasão russa da Ucrânia acelerou o ritmo de crescimento dos preços dos combustíveis, com repercussões na generalidade dos sectores, e nas cadeias de valor, afetando, no final, os orçamentos das empresas e das famílias.

Este Orçamento será melhor para as empresas?

A proposta de Orçamento do Estado (OE) para 2022 vai ficar para a -História como a mais atribulada das últimas décadas.
Ver mais artigos