Fórum Seguros 2022
CEO das seguradoras Fidelidade, Tranquilidade, Ageas e Liberty

CEO dizem que seguradoras estão preparadas em termos de solvência para qualquer crise

As companhias de seguros são as maiores gestoras de ativos do mundo, por isso os presidentes da Fidelidade, Ageas, Tranquilidade e Liberty Europa estão mais preocupados com a forma como os investimentos serão feitos com as injeções externas que estão programadas chegar a Portugal do que com o impacto da crise nas companhias. No entanto há uns mais optimistas que outros.

Fórum Seguros: Literacia, talento e cliente são principais desafios

As empresas de seguros enfrentam dificuldades na captação e retenção de talento e na forma como transmitem a importância dos seguros à sociedade. O painel Novas Tendências nos Seguros, inserido no Fórum Sector Segurador 2022 do Jornal Económico, deixa algumas pistas sobre como ultrapassá-los.

“Sector dos seguros tem oportunidade de se reinventar”, defende presidente da ASF

Margarida Corrêa de Aguiar, presidente da Autoridade de Seguros e Fundos de Pensões (ASF), salienta que a pandemia trouxe novas ameaças ao mercado, mas que o sector transformou essas ameaças numa oportunidade.

Fórum Seguros: “Dinheiro gerado deve ser investido em fundos que contribuem para a neutralidade carbónica”

Sofia Santos sublinhou o papel que as seguradoras têm, tendo em conta os riscos de transição, para ajudar os seus clientes a incorporar os riscos climáticos através dos produtos apresentados.

Alteração da percepção de risco foi ponto positivo da pandemia, destaca responsável da Prévoir Portugal

No painel “Novos Paradigmas: ramo vida e seguros de pensões”, do Fórum Seguros organizado pelo Jornal Económico, debateram-se as perspectivas de futuro para estes dois ramos. A literacia financeira mas também as exigências dos novos consumidores são temas que estão no foco das seguradoras.

Doenças crónicas, prevenção e preços mais altos são os principais desafios dos seguros de saúde

“Chamamos seguro de saúde, mas na verdade estamos a financiar o tratamento da doença”, lamentou o CEO da AdvanceCare no evento “Fórum Seguros 2022”, organizado pelo Jornal Económico.
Ver mais artigos