Agroalimentar

Deep learning e drones ajudam cientistas da Universidade de Coimbra a analisar vinhas nacionais

Há mais um projecto nacional que põe tecnologia ao serviço das vinhas: depois dos sensores para racionalizar a rega e do robot pulverizador do INESC TEC, ambos para as vinhas do Douro, chega a vez de um projecto da Universidade de Coimbra. Desta vez, o objectivo é o «desenvolvimento de sistemas de monitorização não invasivos e eficientes» para […]

G7 alerta para crise energética e alimentar causada pela guerra na Ucrânia

As sete principais economias mundiais advertiram hoje que a guerra na Ucrânia está a provocar uma crise alimentar e energética global que ameaça os países pobres.

CAP pede ao Governo alteração ao mecanismo europeu de apoio ao sector agrícola

As ajudas excecionais colocam agricultores portugueses em desvantagem concorrencial face aos congéneres europeus. Por isso o Governo tem de pedir alteração ao mecanismo europeu de apoio ao setor agrícola, quem o defende é a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP).

Greve nacional da indústria conserveira marcada para amanhã

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Agricultura e das Indústrias de Alimentação, Bebidas e Tabacos (SINTAB) justifica greve nacional com base na recusa da associação do sector em negociar a tabela salarial e a revisão do contrato coletivo de trabalho, enquanto sindicatos não aceitarem a retirada de direitos.

Portugal quer aprovação do plano da PAC num prazo que reduza incerteza

Portugal quer ver aprovado o Plano Estratégico da Política Agrícola Comum (PEPAC) num prazo que reduza a incerteza para os agricultores, possibilitando a operacionalização desta política, segundo uma nota do Gabinete de Planeamento, Políticas e Administração Geral.

Impacto da guerra no sector agroalimentar sente-se nos vinhos verdes e frutas

Segundo a CAP, o efeito é “negativo” e pode mesmo ser “dramático” para empresas com uma quota de exportação significativa para estes países. Perante esta situação, “as empresas terão de procurar alternativas” a estes mercados, defendeu Luís Mira.
Ver mais artigos