Infraestruturas

Processo do novo aeroporto na área de Lisboa novamente envolvido em grande confusão

Agravam-se os problemas e as dúvidas sobre conflitos de interesse espanhóis no processo relacionado com o aumento da capacidade aeroportuária em Lisboa. O Iniciativa Liberal questiona o Governo. As declarações do ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, no Parlamento não tranquilizaram os partidos. O regulador IMT – Instituto da Mobilidade e dos Transportes dá explicações que não convencem todos os queixosos. Os espanhóis selecionados para realizar novas avaliações “não encaixam” no interesse do ‘hub’ aeroportuário de Lisboa, nem no interesse da ANA – Aeroportos de Portugal. Como já se diz no sector: “estalou uma grande confusão”.

Tráfego médio diário da rede de autoestradas da Ascendi cresceu 14% em 2021

Mesmo apesar deste crescimento face a 2020 – 8.558 veículos de TMDA – o tráfego na rede Ascendi está ainda longe de chegar aos níveis pré-pandémicos, tendo o máximo sido verificado em 2019, com 10.789 veículos de TMDA.

Fafe acorda com IP nova ligação entre área empresarial e A7

Segundo um comunicado da Câmara Municipal, “trata-se do ponto de partida para o incremento que a autarquia pretende dar à futura zona industrial e que se prevê que irá permitir um aumento em 50% da capacidade atualmente instalada do parque industrial do concelho”.

Porto de Leixões lança concurso de 8,1 milhões de euros para centralizar serviços de inspeção

Desde 2016, o porto recebe gás natural liquefeito norte-americano com destino à União Europeia e os volumes provenientes dos Estados Unidos e da Nigéria têm aumentado bastante, atingindo cerca de quatro milhões de toneladas anuais.

Portos de menor dimensão vão ter plano plurianual de dragagens

Outra medida elencada é a descarbonização do transporte marítimo, nomeadamente através do desenvolvimento de uma rede de ligação elétrica dos navios nos portos nacionais.

Governo quer criar um eixo de alta velocidade ferroviária entre Lisboa e a Galiza

Outra das prioridades para a nova legislatura no sector ferroviário será “concluir e aprovar o Plano Ferroviário Nacional que oriente as opções de investimento no longo prazo”.
Ver mais artigos