Especial "20 anos dos ataques de 11 de Setembro"
George W. Bush e Laura Bush

George W. Bush pede luta contra terroristas internos e externos

George W. Bush afirmou que as vítimas são heróis por se terem despedido das suas famílias em telefonemas e posteriormente ter enfrentado uma “situação impossível” por terem “derrotado os desígnios do diabo”.

Filmes e séries para ver que retratam o dia mais sombrio de Nova Iorque

Netflix, Canal História, National Geographic, Apple TV+ e HBO. Estes são apenas algum dos canais e plataformas de streaming que apresentam conteúdos cinematográficos no dia em que se assinalam os 20 anos desde os ataques terroristas do 11 de setembro.

Ator Steve Buscemi desenvolveu stress pós-traumático após resgate de vítimas

“Só fiquei cinco dias, mas quando deixei de ir e tentei retomar a minha vida foi muito, muito difícil. Fiquei deprimido. Fiquei ansioso. Não conseguia tomar decisões simples. Ainda lido com isso. Há momentos em que falo sobre o 11 de setembro e vejo-me lá outra vez. Perco o fôlego e penso ‘ainda está presente'”.

Fundo de Compensação já entregou mais de oito mil milhões de dólares às vítimas do 11 de setembro

Inicialmente encerrado em 2004, o governo de Barack Obama reabriu o fundo em nome do polícia James Zadroga, apelidando-o de “James Zadroga 9/11 Health and Compensation Fund”, depois do agente ter morrido aos 34 anos em consequência de problemas de saúde relacionados com os atentados ao Ground Zero. 

11 de Setembro: “Armas de destruição maciça no Iraque? Não existiam… mas foram vistas por dirigentes portugueses”

Os ataques de 11 de Setembro provocaram uma série de acontecimentos na geopolítica internacional e um dos mais significativos foi a invasão do Iraque. Francisco Seixas da Costa recordou com ironia, no programa “A Arte da Guerra”, da plataforma JE TV, a história das armas de destruição maciça em território iraquiano.

Joe Biden apela à união do país para honrar memória dos que morreram nos ataques

“Nos momentos em que estamos mais vulneráveis, numa batalha pela alma da América, a união é a nossa maior força”, disse Joe Biden num vídeo partilhado nas redes sociais.
Ver mais artigos