1.500 quilos de droga e violência extrema. Como a PJ colocou fim a perigoso gangue

Um grupo de cinco suspeitos de variados crimes foi detido em flagrante delito, quando estava na posse de armas de fogo.

A Polícia Judiciária deteve cinco homens portugueses pela existência de fortes indícios da prática de múltiplos crimes de roubo agravado, com uso de violência extrema, de crimes de sequestro e de furto qualificado, de detenção e uso de armas proibidas e, ainda, de tráfico de estupefacientes agravado. Tudo terá acontecido nos últimos sete meses, de acordo com a informação divulgada quarta-feira pela PJ.

Os cinco indivíduos, com idades compreendidas entre os 48 e os 65 anos apresentam um elevado grau de perigosidade, depois de terem feito assaltos à mão armada na Área Metropolitana de Lisboa.

Os suspeitos “planeavam e rotinavam, antecipadamente, todos os alvos que pretendiam abordar, denotando a existência de planeamento e disponibilidade de informação acerca das vítimas” assim como dos “proventos económicos que esperavam obter.” Os crimes foram cometidos com recurso a violência e a “várias armas de fogo”.

Os criminosos foram detidos em flagrante delito, na região do Algarve, pela prática do crime de tráfico de estupefacientes agravado. Estavam na posse de duas armas de fogo e de uma quantidade assinalável de cerca de 1.500 quilos de haxixe, destinados a serem comercializados a retalho. Foram ainda apreendidos três veículos automóveis com os quais efetuavam o transporte da substância estupefaciente no momento da abordagem.

Os arguidos detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal de Instrução Criminal de Sintra, tendo sido aplicada a todos eles a medida de coação de prisão preventiva.

Recomendadas

Zelensky demite embaixadora da Ucrânia em Lisboa

A informação é avançada pelo “Kiyv Independent” que adianta também as substituições do embaixador da Ucrânia na Geórgia, Ihor Dolhov e na Eslováquia, Yurii Mushk.

Portagens da A24 gratuitas nos dias de filmagens do filme ‘Velocidade Furiosa’

A autoestrada estará encerrada para as gravações da saga cinematográfica em ambos os sentidos, durante vários dias, entre o período de 28 de junho e 26 de julho, entre as 6h e as 22h.

Livro: “Afropeu. A diáspora negra na Europa”

Da Amadora a Estocolmo, o inglês Johny Pitts, oferece ao leitor uma espécie de mapa alternativo com locais do Velho Continente onde os europeus de ascendência africana se constroem novas identidades e idiossincrasias.
Comentários