10 coisas (estranhas) que são proibidas em vários países

Ver o “Exterminador Implacável” na China, conduzir um automóvel preto ao domingo em Dever ou morrer dentro do Parlamento britânico são algumas das insólitas proibições que dão direito a multa. Sabia que os portugueses não podem urinar no Oceano Atlântico?

David McNew/REUTERS

O motor de busca de voos e hotéis Jetcost fez uma lista de regras, consideradas absurdas e retrógradas, que são aplicadas em vários países do mundo para que nenhum viajante seja apanhado de surpresa. Portugal não fica de fora da panóplia de proibições. Ora veja:

  1. Urinar na Suíça depois das 22 horas

Na Suíça, puxar o autoclismo depois das 22 horas é proibido, de modo que deve segurar a vontade de urinar até ao dia seguinte ou optar pela solução um pouco menos de higiénica de não descarregar o autoclismo até à manhã seguinte. Também é ilegal que um homem urine de pé de madrugada, ainda que não descarregue o autoclismo, segundo os suíços, provoca ruído que os vizinhos são obrigados a ouvir.

  1. Mastigar pastilhas em Singapura. Exceto se o médico deixar

Singapura é um dos países mais limpos do mundo, e quando em 1992 viu que a fatura do Governo aumentava por causa das pegajosas pastilhas elásticas que se encontravam em todos os lados, decidiu proibir a venda e consumo desta particular guloseima. Desde 2004, esta proibição cedeu um pouco e os habitantes de Singapura puderam recomeçar a consumir chicletes sob prescrição médica – por aqueles que queiram parar de fumar ou que têm problemas digestivos.

  1. Beijar em público no Dubai

Se planeia ir de lua-de-mel para os Emiratos é melhor ler com atenção. É que beijar em público no Dubai é ilegal porque não se encaixa nos padrões morais da cultura local. O Governo publicou um folheto onde pede aos visitantes estrangeiros que cumpram com certas regras de conduta, enquanto estejam no país, devido ao número de casais que foram presos recentemente. Entre as ditas proibições encontram-se: beber álcool ou andar bêbado em público, dançar pela rua, demonstrar afetos em público (beijos ou mãos dadas, por exemplo), tomar drogas, cuspir nas ruas, etc.

  1. Cantar “My Way”, de Frank Sinatra, nas Filipinas

Em alguns países leva-se muito a sério o karaoke e toda a cultura por trás dele. A canção de Frank Sinatra “My Way” foi proibida em 2010, nas Filipinas. Dez anos antes, houve, pelo menos, meia dúzia de assassinatos nos karaokes do país, provocados por rixas organizadas por pessoas que cantavam “versões más” da canção. Embora as autoridades não possam provar que todas as mortes foram ocasionadas por causa da canção, a imprensa descreveu as mortes como “crimes My Way”.

  1. Os ovos Kinder nos Estados Unidos

Os célebres famosos Kinder Surpresa são proibidos nos EUA devido ao medo de que as crianças se asfixiem com a surpresa que vem dentro do ovo, totalmente fechado num recipiente de plástico. Esta lei, que proíbe qualquer alimento que contenha brinquedos dentro, foi aprovada no país em 1938, três décadas antes do aparecimento do famoso ovo de chocolate. E cuidado se levar um para casa no regresso das férias. De acordo com a Jetcost, pode originar uma multa de 2.500 dólares por unidade.

  1. “Regresso ao Futuro”, “Terminator” ou “12 Macacos”, na China

Esta proibição parece de ficção científica, mas não o é. Na China não se pode ver Marty McFly a tentar voltar ao futuro, o “Exterminador Implacável” Arnold Schwarzenegger a perseguir Sarah Connor ou Bruce Willis a tentar salvar o mundo em “12 Macacos”. O Partido Comunista Chinês diz que “os dramas de televisão não devem ter personagens que viajam no tempo e reescrevem a história, pois isso vai contra a cultura chinesa.” Em causa está a “falta de rigor científico” existente na maioria dos conteúdos relacionados com as viagens ao longo do tempo, alegam.

  1. As calças de ganga e os piercings na Coreia do Norte

A Coreia do Norte proibiu há alguns meses a população de usar calças de ganga e piercings, que Pyongyang acusa de influenciar a sociedade norte-coreana e os seus valores para uma tendência ocidental. Os cidadãos serão vigiados e inspecionados pela milícia da juventude leal a Kim Jong-un, cuja missão é “prevenir a corrupção da moral pública e localizar tendências capitalistas no vestuário, como saias compridas, sapatos compridos, t-shirts ou os cortes de cabelo “.

  1. Morrer no Parlamento britânico

No Reino Unido, há uma lei que proíbe morrer no Parlamento, já que tem um status de Palácio da Família Real. No caso de uma pessoa falecer nesse espaço, teria direito a ser enterrado com todas as honras da coroa num funeral de Estado. Portanto, os funcionários retiram rapidamente do Parlamento quem se sinta mal.

  1. Andar com chinelos, fazer castelos de areia ou beijar no carro, em Itália

Se está a pensar viajar até Eraclea não deve ir com balde e pá pois é proibido fazer castelos de areia na praia. As praias podem encanta-lo, mas deixe de lado as brincadeiras. Em Eboli, a principal preocupação é a segurança ao volante. A maneira de conduzir de forma um pouco temerária levou as autoridades a proibir qualquer comportamento que possa provocar uma distração ao volante. Quer um exemplos de distração para os italianos? Beijar enquanto conduz, algo punido com uma multa de 500 euros.

Em Capri, querem que os moradores descansem tranquilos. Então, a Câmara Municipal da cidade quis chegar ao extremo: dois turistas foram presos pelo escândalo que provocavam ao andar com os seus chinelos de praia cumprindo o novo veto ao “calçado barulhento”.

  1. Muito cuidado com o carro nos Estados Unidos

No Alabama, é proibido conduzir com os olhos fechados, mas há autorização para conduzir em sentido contrário numa uma rua de sentido único, desde que tenha uma lanterna na frente do carro. Em Waynesboro (Virgínia), é ilegal que uma mulher possa conduzir numa das ruas principais. Quanto ao Tennesee, as mulheres podem conduzir um carro desde que haja um homem a correr ou a caminhar à frente dela, agitando uma bandeira vermelha para avisar aos outros condutores e peões.

Na Califórnia, nenhum condutor pode saltar do seu carro quando este exceda as 65 milhas por hora (105 km/h), nem conduzir com uma bata vestida. Em Denver, não se pode conduzir um automóvel negro nos domingos, enquanto na Geórgia não se pode cuspir de um carro em movimento ou de um autocarro. Adivinhe o insólito: quem é que o pode fazer? Os condutores de camiões.

E, por fim, se alguém deixar o seu elefante amarrado num parquímetro na Flórida, deve pagar a taxa de estacionamento como se de um carro tratasse. Caso goste de animais e tenha um gorila em casa, não pode conduzir acompanhado por ele Massachusetts. A polícia multa-o.

Recomendadas

Como receber os 125 euros? O que são metadados? O que os portugueses mais pesquisaram no Google em 2022

Os internautas também mostraram curiosidade sobre o Mundial 2022, Putin, em que consiste o distúrbio de Bruce Willis ou que é aquamado, o método funerário mais amigo do ambiente que está a ser utilizado como alternativa à cremação.

Comissão por amortização antecipada no crédito à habitação: saiba o que é e como funciona

Se está à procura de alternativas será aconselhável pedir soluções ao seu banco, mas também consultar o mercado e avaliar ofertas alternativas.

O que é o spread no crédito à habitação e como saber se está adequado? Saiba aqui

Para quem contratou crédito à habitação há mais de dez anos é possível que esteja a pagar um spread elevado, se comparado com o atualmente praticado no mercado. Atualmente há ofertas bancárias com spreads abaixo de 1% no crédito à habitação, com bancos a oferecer spreads de 0,85%.
Comentários