BEI concede empréstimo de 150 milhões ao Santander Totta para financiamento às PME

BEI contratualiza empréstimo de 150 milhões com o Banco Santander Totta para promover o crescimento económico e o emprego em Portugal. Román Escolano, Vice-Presidente do BEI, e António Vieira Monteiro, Presidente da Comissão Executiva do Banco Santander Totta, assinaram hoje o contrato de financiamento em Lisboa.

Cristina Bernardo

O Banco Europeu de Investimento (BEI) concedeu um empréstimo de 150 milhões de euros ao Banco Santander Totta para proporcionar financiamento às PME, empresas de média capitalização (mid-caps) e entidades do setor público.

O banco liderado por António Vieira Monteiro acaba de enviar um comunicado a anunciar a quinta operação do BEI realizada com o Banco Santander Totta a favor das PME e empresas mid-cap. O Banco Europeu de Investimento (BEI) concedeu um empréstimo de 150 milhões de euros ao Banco Santander Totta para proporcionar financiamento às PME, empresas de média capitalização (mid-caps) e entidades do setor público. Esta é a segunda tranche de um empréstimo intermediado, no montante total de 500 milhões de euros, concedido ao Banco Santander Totta para facilitar o financiamento de projetos de pequena e média dimensão.

Román Escolano, Vice-Presidente do BEI, e António Vieira Monteiro, Presidente da Comissão Executiva do Banco Santander Totta, assinaram hoje o contrato de financiamento em Lisboa.

“Graças ao apoio financeiro do BEI, o Banco Santander Totta terá mais recursos disponíveis para viabilizar investimentos promovidos sobretudo por PME e empresas mid-cap. Do montante do empréstimo, até 30 % poderá ser usado para financiar pequenos projetos realizados por autarquias ou outras entidades do setor público. Este empréstimo do BEI proporcionará aos beneficiários finais acesso a financiamento a taxas de juro vantajosas e com prazos mais longos para os seus investimentos e fundo de maneio”, diz o banco em comunicado.

A primeira tranche de 200 milhões do empréstimo intermediado no montante total de 500 milhões de euros concedido ao Banco Santander Totta foi assinada em novembro de 2015 e disponibilizou financiamento para 1.270 projetos diferentes em Portugal.

O comunicado enviado tem declarações dos responsáveis do BEI e Santander Totta.

“O acordo hoje assinado, em Lisboa, com o Banco Santander Totta proporcionará crédito às empresas portuguesas que enfrentam dificuldades no acesso ao financiamento. As PME e mid-caps são responsáveis por cerca de 79 % do emprego total em Portugal. Por isso, o apoio financeiro concedido pelo BEI através deste empréstimo contribuirá para promover o crescimento a longo prazo e a criação de emprego no país”, afirmou Román Escolano, Vice-Presidente do BEI, na cerimónia de assinatura.

António Vieira Monteiro, CEO do Banco Santander Totta, acrescentou: “Esta segunda tranche de 150 milhões de euros chega na hora certa. Com este financiamento disponível, as nossas PME e mid-caps podem continuar a crescer, apostando na internacionalização e na retenção de talentos, que são tão importantes para o desenvolvimento de Portugal. O Santander Totta tem vindo a reforçar o seu apoio à economia, prestando especial atenção às PME e mid-caps”.

Recomendadas

Moody’s diz que bancos mais globais vão ter lucros sólidos em 2023

“Os bancos globais estarão protegidos de um aumento da morosidade do crédito em 2023 através do aumento das taxas de juro e de balanços sólidos, e as perspectivas para o sector permanecem estáveis”, disse hoje a Moody’s.

Mais de 1.700 contactos de clientes bancários à rede de apoio RACE até setembro

A Rede de Apoio ao Cliente Bancário (RACE) recebeu, entre janeiro e setembro, 1.783 contactos de devedores com dificuldades em pagar créditos, registando desde julho um aumento dos processos PARI ou PERSI que acompanha, revelou a Direção-Geral do Consumidor.

Crise energética. CGD limita luzes de Natal na sede

Apenas a fachada principal da sede da Caixa Geral de Depósitos estará iluminada este ano, devido à crise energética, anuncia o banco. A ficha será desligada às 22h00, todos os dias.
Comentários