2% de aumento para trabalhadores da Autoeuropa

Os trabalhadores da Autoeuropa vão ter um aumento salarial de 2%, num mínimo de 20 euros, com efeitos a partir de 1 deste mês, segundo o pré-acordo alcançando e divulgado no site da Comissão de Trabalhadores (CT). A CT refere que “depois de várias e difíceis reuniões de negociação que começaram a 4 de setembro, […]

Os trabalhadores da Autoeuropa vão ter um aumento salarial de 2%, num mínimo de 20 euros, com efeitos a partir de 1 deste mês, segundo o pré-acordo alcançando e divulgado no site da Comissão de Trabalhadores (CT).

A CT refere que “depois de várias e difíceis reuniões de negociação que começaram a 4 de setembro, com toda uma envolvência nacional e internacional desfavorável aos trabalhadores, chegou hoje finalmente a um pré-acordo com a administração”.

O acordo terá uma vigência de 12 meses até 30 de setembro de 2015, sendo que o fabricante automóvel se compromete a não fazer nenhum processo de despedimento coletivo até 31 de dezembro 2015.

O plenário terá lugar a 29 de outubro, após a reunião europeia e mundial das comissões de trabalhadores (CTs) com a administração do Grupo Volkswagen, de 20 a 24 de outubro em Wolfsburg, estando a votação marcada para 31 de outubro.

Segundo o comunicado divulgado, 30 dias após a assinatura do acordo, passarão ainda a permanentes todos os trabalhadores abrangidos ou a abranger pelas renovações especiais.

Além disso, a empresa compromete-se, em conjunto com a CT, a continuar a trabalhar junto da Volkswagen AG para manter e se necessário ampliar o programa ‘interchange’ como ferramenta de estabilidade no emprego.

O pré-acordo define ainda que até à restruturação dos horários de trabalho, o horário de saída do turno noturno passa para as 7,30 horas.

“Durante a próxima semana a Comissão de Trabalhadores distribuirá o conteúdo total do pré-acordo”, diz.

Recomendadas

BNA levanta suspensão da participação no mercado cambial imposta ao Finibanco Angola

O Finibanco Angola tinha sido suspenso de participar no mercado cambial, por um período de 45 dias, pelo Banco Nacional de Angola (BNA), depois de o supervisor bancário angolano detectar incumprimentos durante uma inspecção pontual, em meados de agosto.

“Café com o CEO”. Assista à conversa com o Dr. Luís Teles, em direto a partir de Luanda

“Café com o CEO” é uma iniciativa promovida pela empresa angolana E.J.M, fundada por Edivaldo Machado em 2012, que procura dar a conhecer os líderes que estão a dar cartas em Angola e outros países da Lusofonia. Assista à sessão em direto de Luanda, capital angolana.

Rogério Carapuça: “Há que estar entre os primeiros, não ser o primeiro dos últimos”

O presidente da APDC considera que o desenvolvimento do sector das TIC se dá a um ritmo saudável apesar dos obstáculos concretos que ainda impedem o país de estar entre os melhores classificados. A capacitação e qualificação das pessoas e das empresas são desafios no topo da agenda, mas a simplificação é palavra de ordem para abandonar o paradigma da burocracia que assombra os serviços públicos, alerta Rogério Carapuça.