3 mil milhões de euros em 10 anos: Investimento da EDP na melhoria da rede elétrica

O presidente da EDP Distribuição, João Torres, disse que na última década foram investidos cerca de três mil milhões de euros na melhoria da rede elétrica em todo o país.

“Foi um plano de investimento muito focado em conseguir uma melhoria da qualidade de serviço (…) e também na correção de assimetrias da rede em termos territoriais, e em ambos os aspetos temos tido sucesso”, apontou.

João Torres falava no concelho de Penamacor, distrito de Castelo Branco, à margem da cerimónia de inauguração da Subestação da Meimoa, infraestrutura que implicou um investimento de três milhões de euros e que está inscrito no referido plano nacional de melhoria da rede.

Segundo explicou, o investimento ao longo destes dez anos permitiu uma melhoria bastante significativa na qualidade do serviço, que fica bem patente, por exemplo, no indicador relativo às falhas de energia: “Passámos de uma média de quase dez horas de interrupção para cinco horas e agora estamos há vários anos na casa dos 52 a 53 minutos”, fundamentou.

O responsável lembrou que o investimento integra a construção de infraestruturas (foram criadas 83 subestações) e a realização de trabalhos diversos nas linhas de média e alta tensão, bem como “uma grande aposta na automação da rede”, ou seja, na capacidade de funcionamento quase autónomo e à distância.

Recomendadas

Estudo descarta ligação direta do metrobus à Mealhada

Um estudo encomendado pela Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra para a expansão do Sistema de Mobilidade do Mondego (SMM) descarta a ligação direta à Mealhada, por não conseguir competir com a ferrovia.

Spotify lança podcasts em vídeo a nível global

The Big Ones destaca semanalmente as inovações e movimentos estratégicos das empresas que lideram a nova economia.

“2023 será um ano de crescimento nos mercados externos”

O Grupo VAA tem como objetivo globalizar as suas duas marcas principais, Vista Alegre e Bordallo Pinheiro, e identificou sete mercados estratégicos onde está a apostar, explica Nuno Barra.
Comentários