3,9 mil milhões de pessoas: Mais de metade da população mundial está ‘online’

Segundo estimativas da União Internacional de Telecomunicações (UIT), uma agência da ONU, 51,2% da população mundial estará conectada à internet até ao final de 2018.

A Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou hoje que cerca de 3,9 mil milhões de pessoas em todo o mundo estão ligadas à Internet, o que significa que, pela primeira vez, mais de metade da população mundial está conectada.

Segundo estimativas da União Internacional de Telecomunicações (UIT), uma agência da ONU, 51,2% da população mundial estará conectada à internet até ao final de 2018.

“Este é um passo importante rumo a uma sociedade de informação global mais inclusiva”, declarou o secretário-geral da UIT, Houlin Zhou, em comunicado.

Contudo, Houlin Zhou lembrou que “muitas pessoas em todo o mundo estão ainda à espera de colher os benefícios da economia digital e apelou para que “a revolução digital não deixe ninguém desconectado”.

Segundo a UIT, os países mais ricos estão a registar um crescimento lento, mas regular, com 80,9% da população atualmente conectada, contra 51,3% em 2005.

Os ganhos foram mais espetaculares nos países em desenvolvimento, onde atualmente 45,3% da população está conectada, comparativamente com 7,7% há 13 anos.

Segundo os dados da UIT, África é a região com maior crescimento, com 24,4% da população ligada, em comparação com 2,1% em 2005.

O relatório mostra igualmente que o número de assinaturas de linhas fixas continua a diminuir em todo o mundo, enquanto a quantidade de assinaturas móveis é agora maior do que a população mundial.

O número de assinaturas de banda larga móvel disparou de quatro por cada 100 habitantes em 2007 para as atuais 69,3.

Atualmente existem 5,3 mil milhões de assinaturas ativas de banda larga móvel em todo o mundo, segundo a UIT, que indica ainda que 96% da população mundial está coberta por uma rede de comunicações móveis.

 

 

Recomendadas

Portugal acompanhado por 14 países da UE a reclamar teto para preço do gás

Quinze Estados-membros, entre os quais Portugal, subscreveram a carta conjunta enviada na terça-feira à Comissão Europeia a reclamar um teto para o preço do gás importado, matéria que deverá ser discutida no Conselho extraordinário de Energia de sexta-feira.

Revista de imprensa nacional: as notícias que estão a marcar esta quarta-feira

“Sedes quer que escolas escolham professores a partir de uma lista”; “Governo sobe para 10.500 euros por ano fasquia para não pagar IRS em 2024”; “Salários do Estado perdem peso no PIB”.

Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta quarta-feira

O INE divulga hoje as estatísticas de rendas da habitação ao nível local no segundo trimestre do ano, os inquéritos de conjuntura às empresas e aos consumidores deste mês e ainda as estimativas mensais de emprego e desemprego referentes ao mês de agosto. Nos EUA, faz-se inventário ao crude, aos destilados e aos combustíveis.
Comentários