43 mil crianças com creche gratuita em outubro, revela ministra (com áudio)

Entre setembro e outubro, cresceu o número de crianças abrangidas pela gratuitidade das creches. Em causa estão 43 mil crianças, revelou a ministra do Trabalho, no Parlamento.

Ana Mendes Godinho, Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. Foto: Cristina Bernardo

Cerca de 43 mil crianças beneficiaram da gratuitidade das creches em outubro, revelou esta sexta-feira a ministra do Trabalho, que está a ser ouvida pela Comissão de Orçamento e Finanças, no âmbito da discussão na especialidade da proposta de Orçamento do Estado para 2023.

“Em setembro, tínhamos 37 mil crianças abrangidas pela gratuitidade das creches. Em outubro, tivemos 43 mil crianças. Portanto, num mês, temos mais seis mil crianças a beneficiar da gratuitidade das creches, o que mostra também a grande capacidade de implementação no terreno [desta medida]”, sublinhou a governante, na sua intervenção inicial.

Convém explicar que a gratuitidade das creches chegou ao terro no primeiro dia de setembro, abrangendo esta medida o sector social e solidário. O objetivo é que em 2024 cerca de 100 mil crianças estejam cobertas por este benefício, mas o progresso rumo a esse total será faseado.

No primeiro ano, a ministra do Trabalho já tinha sinalizado que seriam abrangidas cerca de 46 mil crianças, ou seja, ainda não foi atingido esse objetivo. A responsável precisou esta sexta-feira que a previsão para o próximo ano é abranger 70 mil crianças com esta medida.

As crianças que cumpram os requisitos referidos, mas estejam em creches privadas por não terem vaga no sector social e solidário vão ter direito também à gratuitidade, mas só a partir de janeiro de 2023, conforme já explicou o Jornal Económico.

10 mil contratos assinados com apoio aos vínculos permanentes

Na audição desta sexta-feira, a ministra do Trabalho avançou também que já foram celebrados cerca de 10 mil contratos, no âmbito do Compromisso Emprego Sustentável, medida desenhada no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência para apoiar a contratação permanente.

De acordo com Ana Mendes Godinho, apresentaram candidaturas cerca de 17.500 pessoas, das quais dez mil já assinaram contratos. Destas, 45% são jovens com até 35 anos. No total, já foram pagos 40,4 milhões de euros, precisou a responsável.

Aprovado em dezembro em Conselho de Ministros, o Compromisso Emprego Sustentável prevê um apoio base pago às entidades empregadores que corresponde a 12 vezes o valor do Indexante dos Apoios Sociais (isto é, cerca de 5.300 euros), estando, além disso, disponíveis uma série de majorações. O valor máximo deste subsídio é, deste modo, de 11.434,56 euros.

Governo lança selo para distinguir empresas com igualdade salarial 

A ministra do Trabalho aproveitou a audição desta sexta-feira ainda para dar nota de que o Gabinete de Estratégia e Planeamento (GEP) vai mandar já na próxima semana os balanços sociais das empresas à Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), para que atue relativamente à igualdade salarial entre géneros.

Aliás, revelou Ana Mendes Godinho, vai ser lançado um selo sobre essa paridade, distinguindo de forma positiva as empresas que paguem o mesmo por trabalho igual a homens e mulheres.

Atualizada às 13h25

Relacionadas

55 mil estrangeiros mostraram interesse em vir procurar emprego em Portugal numa única semana

Cerca de 55 mil estrangeiros já mostraram vontade junto do IEFP de vir para Portugal procurar emprego, indicou a ministra do Trabalho aos deputados. Isto no âmbito do novo visto lançado para dar resposta à escassez de mão-de-obra na generalidade dos sectores da economia portuguesa.
Recomendadas

EUA incluem Irão, grupo Wagner e talibãs na lista negra de liberdade religiosa

O Governo dos Estados Unidos anunciou hoje a sua ‘lista negra’ de países e organizações que atentam contra a liberdade religiosa, nela incluindo Cuba, China, Irão, Rússia, o grupo Wagner e os talibãs, entre outros.

Crise/Energia: Desconto no ISP reduz-se em dezembro com queda dos preços dos combustíveis

O Ministério das Finanças anunciou hoje que em dezembro há uma redução do desconto do ISP em 3,9 cêntimos por litro de gasóleo e em 2,4 cêntimos por litro de gasolina, tendo em conta a queda dos preços.

PremiumEmpresários pedem “velocidade” nos dossiers da economia e turismo

Confederações de empresários da indústria e de turismo agradecem aos secretários de Estado demissionários e esperam que os novos continuem o trabalho já realizado, concretizando planos anunciados.
Comentários