Da pandemia que assolou 2021 às eleições que vão marcar 2022. Ouça o podcast “A Arte da Guerra” com Francisco Seixas da Costa

Na última edição de 2021 do programa “A Arte da Guerra”, o embaixador Francisco Seixas da Costa deixa as suas escolhas referentes a 2021 e antecipa os cenários que irão resultar dos eventos mais importantes de 2022, nomeadamente as eleições nos EUA (intercalares) assim como as presidenciais brasileiras e francesas.

 

Ouça e acompanhe o podcast “A Arte da Guerra” em:

Apple PodcastsSpotify | Google Podcasts | Anchor

 

Numa edição em que irá ficar a saber o acontecimento e a personalidade de 2021, na perspetiva do embaixador Francisco Seixas da Costa, saiba ainda aqueles que são os grandes temas que vão marcar o ano de 2022.

Com atos eleitorais fundamentais – mesmo que sejam apenas intercalares, como nos Estados Unidos – entre eles merecendo destaque as presidenciais francesas mas também as brasileiras, o próximo ano será, como sempre, pródigo em motivos que irão alimentar a análise.

Tudo para ouvir esta semana no podcast ‘A Arte da Guerra’, um programa conduzido pelo jornalista António Freitas de Sousa e com os comentários do embaixador Francisco Seixas da Costa.

Recomendadas

Afinal, as derrotas de Biden são muito limitadas. Ouça o podcast “A Arte da Guerra”

Numa semana, o presidente dos EUA aguentou a designada onda republicana, colocou Xi Jinping na tónica de colocar uma linha vermelha na opção nuclear e colocou em contacto os serviços secretos norte-americanos e russos. Ouça a análise do embaixador Francisco Seixas da Costa.

Poderá o Brasil mediar o conflito na Ucrânia? Ouça o podcast “A Arte da Guerra” com Francisco Seixas da Costa

Com a vitória de Lula da Silva, o Brasil quer voltar a ter um papel preponderante da cena internacional. Nos EUA, adivinha-se que as eleições intercalares podem ser o início de um pesadelo para Joe Biden. Temas para analisar no podcast “A Arte da Guerra”, um programa conduzido pelo jornalista António Freitas de Sousa e com os comentários do embaixador Francisco Seixas da Costa.

“Xi Jinping mudou o paradigma da liderança do Estado chinês”. Ouça a “A Arte da Guerra”

A eternização do presidente da China no lugar que ocupa há dez anos transforma-o numa espécie de czar do Império do Meio e transporta-o para um quadro que tem tudo para ser uma réplica do estalinismo.
Comentários