Premium5G vale 3,6 mil milhões na próxima década em Portugal

Turismo, portos e indústria são os que mais poderão beneficiar do 5G na próxima década. Ainda estão por conhecer os detalhes da estratégia nacional.

Apesar dos diferendos entre a Autoridade Nacional das Comunicações (Anacom) e a NOS, a Altice e a Vodafone sobre o processo de implementação e desenvolvimento da quinta geração da rede móvel (5G), o processo está em marcha, mesmo que não se conheça a estratégia nacional que o Governo, em maio deste ano, disse estar a preparar para este dossiê. O potencial da nova tecnologia móvel é reconhecido por todos, sobretudo pela capacidade de elevar a economia para outro patamar de competitividade.

No último mês, a Ericsson Portugal indicou que o 5G poderá “desbloquear” 3,6 mil milhões de euros na economia portuguesa entre 2020 e 2030, graças a dez indústrias. Ao Jornal Económico (JE), o head of Digital Services da empresa, Nuno Roso, diz que os portos marítimos, a indústria e o turismo são os setores que poderão retirar maior benefício dos novos modelos de negócio que o 5G poderá criar, “mas é importante ter uma estratégia”. Empresas contactadas pelo JE reconhecem a importância da quinta vaga tecnológica, mas indicam que a responsabilidade do sucesso do seu uso caberá às operadoras de telecomunicações.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Equinix cria fundo solidário de 50 milhões para promover a inclusão digital

A empresa de tecnologia norte-americana criou uma nova estrutura de apoio educativo. O conselho de administração da fundação irá, todos os anos, determinar o montante de doações da fundação, de modo a cobrir a concessão de contribuições ou a correspondência com as ofertas dos colaboradores.

Tecnológica portuguesa Innowave compra Cycloid

Desde 2018 que o grupo tem uma forte estratégia de M&A. “Esta aquisição é mais um passo na nossa estratégia de crescimento, materializada também na criação de centros de competência em Portugal, como é o caso de Lisboa, Porto, Coimbra, Faro e Beja”, afirmou o CEO da Innowave, Tiago Gonçalves.

Worten cria centro de Marketing Digital

A equipa, liderada por Simão Pires, vai ser responsável pela coordenação de media, redes socias e conteúdo digital, integração e coordenação de meios de comunicação digital e transformação de processos criativos para garantir foco digital.
Comentários