Bolsa de Nova Iorque abre ‘no vermelho’ com S&P 500 a arriscar novos mínimos do ano

A BA&N refere que “depois da pior semana desde janeiro, os futuros de Wall Street estão hoje em forte queda, pelo que o S&P500 arrisca novos mínimos do ano e regressar a bear market.

A bolsa de Nova Iorque abriu a sessão desta segunda-feira em terreno negativo, com o índice S&P 500 a arriscar novos mínimos do ano e regressar a ‘bear market’.

Pelas 14h30 (hora de Lisboa), o índice industrial Dow Jones desce 1,71% para os 30.855,41 pontos, o financeiro S&P 500 recua 2,33% para os 3.810,00 pontos, e o tecnológico Nasdaq desvaloriza 2,79% para os 11.023,28 pontos.

A BA&N refere que “depois da pior semana desde janeiro, os futuros de Wall Street estão hoje em forte queda, pelo que o S&P500 arrisca novos mínimos do ano e regressar a ‘bear market'”.

As ações da Apple, da Alphabet, da Microsoft e da Amazon caíram entre 2,5% e 4,1% na fase de premarket.

O petróleo brent está a 120,41 dólares por barril, diminuindo 1,31%.

Recomendadas

PSI fecha em alta ligeira com Greenvolt a liderar subidas

A bolsa de Lisboa fechou esta segunda-feira com o índice PSI a registar uma ligeira subida de 0,04% para 6.054,21 pontos, com a Greenvolt a liderar os ganhos ao avançar 3,30%.

PSI sobe 8,5% desde o início do ano

Apesar da subida anual, em junho registou uma queda de 3,4%, com apenas cinco das 15 sociedades cotadas que integram o PSI a registarem uma evolução positiva, sendo que a banda de variação mensal oscila entre a subida de 8,8% da Jerónimo Martins e a queda de 16,7% dos CTT. A Maxyield destaca a forte capacidade de resiliência do PSI face às quebras mensal e anual dos mercados internacionais.

Vauld congela transações cripto devido à volatilidade no mercado

A Vauld junta-se a outras empresas de empréstimos de criptomoedas que decidiram suspender transações devido à forte volatilidade que se vive no mercado.
Comentários