A Euribor está para ficar

Havia algum receio de que uma eventual eliminação ou transformação drástica das Euribor pudesse dar origem a uma subida das taxas de juro.

A sucessão de escândalos relacionados com a manipulação de fixings de taxas de juro, câmbio e matérias-primas obrigou a uma revisão conceptual e de cálculo dessas referências, com o objetivo de as credibilizar.

No caso em concreto dos indexantes de taxas de juro, foi decido descontinuar a LIBOR no final de 2021. No espaço do euro, foi decidida a substituição da EONIA pela nova taxa €STR (Euro short-term rate), baseada em transações reais.

No que diz respeito às taxas Euribor, havia algum receio de que uma eventual eliminação destas referências ou uma transformação drástica do seu método de cálculo pudesse dar origem a uma alteração significativa dos seus valores. Se do ponto de vista da evolução do mercado monetário não se vislumbrava uma subida das taxas, a mudança das regras de cálculo poderia, eventualmente, resultar em juros mais altos.

Depois de uma tentativa falhada de reformulação das Euribor em maio de 2017, a BMR (European Union Benchmarks Regulation) validou recentemente uma nova metodologia de cálculo híbrida e que está em implementação desde julho. Importa reter que o processo de revisão terminou sem que se notem alterações nos níveis e evolução dos novos indexantes. A Euribor está para ficar, agora que se encontra em conformidade com a legislação europeia.

Recomendadas

Uma banca portuguesa cada vez mais ‘ibérica’

Uma fusão entre BPI e Novobanco poderia fazer sentido à luz daquela que tem sido a estratégia do CaixaBank para crescer no mercado ibérico.

As pessoas não podem ficar para trás na nova era

Milhões de euros de investimentos e centenas de megawatts. Ao escrever e ler sobre o mundo da energia, é normal que os grandes números sejam abordados, tal a dimensão dos projetos.

A ilusão, do faz de conta que faz

As eleições autárquicas realizaram-se exatamente há um ano atras, e no primeiro ano de muitos autarcas eleitos e após as lutas eleitorais, veio um ano de calmia e aparente tranquilidade.
Comentários