“A Grande Arte no Cinema”: um ciclo em torno da arte universal e dos seus protagonistas

Se durante a pandemia muitas pessoas ganharam o hábito de passear por museus, galerias e monumentos virtualmente, agora poderá ir a uma sala de cinema e desbravar a vida de artistas que marcaram a História da Arte mundial e os espaços que acolhem as suas obras. O verão também pode ser feito de Cinema e Arte.

“Frida – Viva la Vida”

Para quem gosta de apreciar obras de arte e saber mais sobre os pintores e pintoras que estão por detrás das telas que marcam a História da Arte – e os gostos dos comuns mortais –, o ciclo que se iniciou este mês de julho é um pretexto para ampliar conhecimentos e deleitar os sentidos.

Objetivo? Viajar pela vida e obra de artistas como Frida Kahlo, Monet e Modigliani, entre outros, e fazer visitas guiadas por museus e monumentos de referência tão distintos quanto o túmulo de Tutankhamun ou o Museu Hermitage. Além da vertente informativa, estes documentários combinam também uma forte componente visual e de entretenimento, podendo em muitos casos funcionar como complemento a uma experiência ao vivo dos espetadores.

Quer tenha oportunidade de ver “olhos nos olhos” as obras-objeto dos documentários a exibir até final de setembro, altura em que termina este ciclo, quer não, aqui fica a sugestão e o programa.

6 de Julho | 16h30 
Artemisia. Pintora Guerreira 
Uma viagem através da vida de uma extraordinária pintora, Artemisia Gentileschi, herdeira de Caravaggio, cuja obra foi marcada pela relação com o pai e pela violação de Agostino Tassi. Representada nas coleções de museus como o Prado, a National Gallery ou os Uffizi, ainda hoje, Gentileschi é mais conhecida pela violação de que foi vítima na juventude do que pela qualidade da sua obra. Neste documentário, já exibido por ocasião da Festa do Cinema Italiano, o realizador, Jordan River, propõe-se mostrar a mulher e a artista.

 

 

20 de Julho | 16h30 
Os Segredos dos Impressionistas
50 obras-primas de Manet, Caillebotte, Renoir, Monet, Cézanne, Signac, Sisley e Berthe Morisot.
Uma viagem cinematográfica para descobrir a revolução artística originada pelo movimento impressionista através de cinquenta pinturas que estão agora expostas em Roma, no Palazzo Bonaparte. Como é que os impressionistas viram o mundo? Como é que as suas obras deixaram de ser rejeitadas pela crítica e pelo público para se tornarem, em poucos anos, algumas das mais apreciadas em todo o mundo?

3 de Agosto | 16h30 
Hermitage – O Poder da Arte 
Um retrato do quotidiano do Museu Hermitage, que abarca dois séculos e meio de história. O Hermitage tem sido um espaço de encontro para artistas estrangeiros, arquitetos e intelectuais, sendo responsável por criar ligações através da arte e da cultura, para sempre marcado pelas aquisições da imperatriz Catarina II, cuja personalidade continua a fascinar historiadores e críticos de arte há séculos. Uma visita guiada por Tony Servillo.

17 de Agosto | 16h30 
Frida – Viva la Vida 
Um documentário que destaca as duas almas de Frida Kahlo: a mulher, ferozmente independente e atormentada pelo amor, e a artista, livre das amarras das suas limitações físicas. A aclamada atriz e realizadora Asia Argento dá corpo às duas faces da icónica artista através das próprias palavras de Frida: cartas, diários e confissões privadas.

31 de Agosto | 16h30 
Napoleão – Em nome da Arte
Este documentário assinala o 200º aniversário da morte de Napoleão explorando a complexa relação entre Napoleão, cultura e arte – a linguagem que utilizou para construir uma nova iconografia imperial e um novo estilo arquitetónico, numa reconstrução que pretende refletir sobre a relação entre poder e imagem mediada pela arte, bem como olhar para os regimes do século XX e para o mundo presente. Da Academia Brera, em Milão, ao Louvre, em Paris, com realização de Jeremy Irons.

14 de Setembro  | 16h30 
Modigliani – O Pintor Maldito 
Nascido em Livorno, Toscana, Dedo ou Modì, viveu uma vida curta e atormentada, aqui narrada sob o ponto de vista da sua jovem esposa, Jeanne Hébuterne. Juntamente com a poetisa russa Anna Achmatova e a jornalista inglesa Beatrice Hastings, foram as mulheres mais retratadas por Modigliani, cujos rostos viriam a tornar-se ícones da arte mundial. O filme desenrola-se pelos corredores de vários museus, entre eles o Albertina (Áustria) e a National Gallery (EUA).

28 de Setembro | 16h30 
Tutankhamun – A Última Exposição
Para assinalar o centenário da descoberta do túmulo de Tutankhamun, “Tutankhamun – A Última Exposição” pretende dar a conhecer o mítico faraó egípcio e reviver esses momentos únicos no grande ecrã, após a cobertura exclusiva de como 150 itens de entre os seus tesouros foram movidos para integrar a maior exposição internacional alguma vez dedicada ao Menino de Ouro.

As sessões decorrem no Cinema UCI El Corte Inglés (Lisboa) e Arrábida Shopping (Porto) sempre às 16h30.

Recomendadas

Portugal-França: a Temporada Cruzada continua a agitar o mês de agosto

Ao oitavo mês, a Temporada Cruzada Portugal-França não dá tréguas a quem procura alimento para os sentidos, com propostas que vão da instalação sonora à subversão do privado. Quem disse que agosto é ‘silly’?

Livro: “Viagens de Mandeville”

A literatura de viagens medieval tinha os seus cânones. Um deles era a descrição de povos grotescos que viveriam do outro lado do mundo. Mandeville, ao narrar as “suas” viagens, não impôs qualquer travão à sua imaginação.

Andrea Bocelli dá dois concertos no Altice Arena em Lisboa em 2023

O tenor italiano sobe ao palco a 30 de junho e 1 de julho, fazendo-se o tenor acompanhar por uma orquestra e um coro.
Comentários