A primeira cerveja do metaverso está agora disponível no mercado físico português

A nova cerveja têm um teor alcoólico de 4%, mais baixo, e é elaborada usando um processo de produção que mantêm a temperatura a -1. °C, que faz com que a cerveja tenha um sabor “extra-refrescante e um final delicado, tornando o seu consumo mais acessível”.

Depois de ter sido lançada no metaverso de forma irónica, a Heineken Silver, a primeira cerveja do metaverso do mundo, chegou à vida real e já está disponível em Portugal.

De acordo com o comunicado enviado à imprensa, a cerveja é produzida de uma forma semelhante às outras da marca usando os mesmos ingredientes de origem natural, incluindo a levedura tipo-A, mas a marca promete que o sabor é extra-refrescante.

A nova cerveja têm um teor alcoólico de 4%, mais baixo, e é elaborada usando um processo de produção que mantêm a temperatura a -1. °C, que faz com que a cerveja tenha um sabor “extra-refrescante e um final delicado, tornando o seu consumo mais acessível”.

Bram Westenbrink, Global Head da Heineken, diz que “numa primeira fase, lançámos a Heineken Silver no metaverso com ironia à mistura, pois acreditamos que a melhor forma de experimentar uma Heineken ainda é no mundo real. Hoje, estamos presentes em vários mercados, por toda a Europa, a brindar ao lançamento de um novo produto da família Heineken, celebrando o melhor de dois mundos: uma cerveja virtual, que também se pode beber”.

Heineken Silver já está disponível para compra e pode ser desfrutada em garrafas de 25cl e latas de 33cl, em hipermercados e supermercados em todo o país.

Recomendadas

CTT procuram startups para programa de inovação aberta em mobilidade

As candidaturas estão abertas até ao dia 9 de julho. A empresa que for escolhida terá mentorias e ‘bootcamps’ ao longo de oito meses e receberá um financiamento de 35 mil euros do Instituto Europeu da Inovação e da Tecnologia.

Beiersdorf vai avaliar decisão da Concorrência e procedimentos legais

“Em qualquer caso, sublinhamos que o cumprimento das normas legais, especialmente no que se refere às regras de concorrência, é fundamental para a Beiersdorf”, acrescenta a empresa que se dedica ao fabrico de produtos de cuidado pessoal.

Pingo Doce considera multa aplicada pela AdC “injusta” e vai impugná-la

“O Pingo Doce confirma ter recebido da Autoridade da Concorrência mais uma decisão de aplicação de coima, no enquadramento das anteriores. Também esta decisão é injusta e imerecida e, por isso, à semelhança das anteriores será impugnada nos tribunais a fim de ser reposta a verdade dos factos”, adiantou, em resposta à Lusa.
Comentários