União Europeia precisa de aproveitar o potencial das tecnologias de reutilização de águas residuais

Benefícios e qualidade das águas residuais.

A reutilização de águas residuais tratadas pode proporcionar benefícios ambientais, sociais e económicos significativos, ao mesmo tempo que requer custos reduzidos ao nível do investimento e do consumo de energia. Os benefícios da reutilização de águas residuais são reconhecidos internacionalmente, quer pelas autoridades europeias, quer pelas autoridades nacionais. Esta é, aliás, uma prática a que muitos países europeus, como a Espanha, França, Chipre e Portugal, já recorrem com sucesso. Este fenómeno também se estende a outras partes do mundo, como os Estados Unidos, a Austrália, Israel ou Singapura.

No entanto, a reutilização tem ainda muito espaço de progressão e pode ser aplicada de forma mais generalizada na Europa, em países como a Grécia e a Itália, os quais reutilizam apenas entre 5 a 12% das suas águas residuais. Aliás, estima-se que na Europa a tecnologia de reutilização de águas residuais possa alcançar um potencial de seis vezes o atual volume.

Atualmente, a multiplicidade de diferentes requisitos e standards nos Estados Membros da UE é uma barreira crucial à aceitação e utilização mais ampla destas tecnologias. É por isso que a Comissão Europeia está a desenvolver um conjunto mínimo de requisitos de qualidade para águas residuais tratadas utilizadas para rega na agricultura ou para recarga de aquíferos, e que assegurem os elevados padrões de proteção ambiental e de saúde pública, seja para as indústrias, para a agricultura ou para as comunidades locais.

Para apoiar o desenvolvimento destas políticas, a Comissão criou um modelo de avaliação das várias opções e efetuou inúmeras consultas públicas junto das várias partes interessadas, especialistas e Estados Membros. Criar requisitos europeus de qualidade é a prioridade.

 

 

Este conteúdo patrocinado foi produzido em colaboração com a Comissão Europeia.

Recomendadas

A Mobilidade elétrica acelera a descarbonização das empresas

Na sua definição mais simples, descarbonizar significa “tirar carbono a”. E no caso da energia, significa que cada vez mais, queremos trocar as energias fósseis, que emitem gases de efeito estufa, por mais energias verdes, renováveis.

Euribor em máximos de uma década

O que pode fazer para cobrir a subida dos juros do seu empréstimo à habitação?

Mobilidade Sustentável: conheça a aposta da Schindler

Com a missão de ser cada vez mais sustentável, a Schindler estabeleceu para o ano de 2030 uma redução de 50% nas emissões de gases com efeito de estufa das suas atividades, com base nos dados de 2020.
Comentários