Abanca escolhe três startups portuguesas para participar em ‘bootcamp’

Mais de uma dezena de empresas trabalharam durante dois dias na Corunha nas diferentes áreas do banco espanhol, para definir soluções para desafios da inovação. DataXL, LOQR e Utrust foram três das selecionadas.

As startups portuguesas DataXL, LOQR e Utrust foram três das 19 empresas que participaram num bootcamp organizado pelo Abanca, no âmbito da terceira edição do programa “Abanca Innova”.

As quase duas dezenas de empresas oriundas de Espanha, Portugal e Suíça trabalharam na Corunha, durante dois dias (11 e 12 de dezembro), nas diferentes áreas do banco espanhol, para definir soluções para desafios da inovação.

Os empreendedores tiveram ainda oportunidade de assistir a palestras de especialistas, que os ajudaram a definir a melhor forma de colaborar com a entidade em busca da prova de conceito a desenvolver. Entre as personalidades presentes estiveram os empresários Eduardo Martínez García (LUM), Lorenzo García Tamarit (TheLogicValue.com) ou Augusto Santos, (Fintech Portugal).

O bootcamp serviu ainda para as startups apresentarem os seus projetos às diferentes áreas de negócio, tecnologia, investimento e inovação desta instituição financeira. Cabe agora ao Abanca decidir se passam à próxima fase.

Nas duas primeiras edições, o “Programa para Startups ABANCA Innova” recebeu 67 candidaturas para projetos empresariais de base tecnológica, orientados para os setores de fintech, insurtech e regtech.

Recomendadas

CGD vai continuar com uma posição de capital acima da média da Europa, diz Paulo Macedo

O presidente da Comissão Executiva da CGD disse hoje que o banco vai continuar com uma das maiores redes de agências e com uma posição de capital acima da média da Europa e acima dos bancos portugueses.

Oracle e tecnológica portuguesa modernizam sistemas de quatro Caixas Agrícolas

As instituições bancárias do Bombarral, Chamusca, Mafra e Torres Vedras vão implementar novas soluções de banca digital ao longo dos próximos dois anos. O projeto, que decorre até 2024, envolve a migração de dados para a ‘cloud’.

Sindicatos bancários mantêm proposta de revisão salarial para trabalhadores do BCP

Os sindicatos consideram que a proposta do BCP “não é suficiente, nem ajustada à realidade”. E prometem continuar a lutar por uma “atualização justa” para os bancários do banco liderado por Miguel Maya.
Comentários