Abanca inicia operação nos EUA com abertura de sucursal em Miami

Com esta entrada nos EUA, aprovada em outubro pela Reserva Federal norte-americana, o Abanca poderá passar a prestar serviços financeiros em todo o país.

O espanhol Abanca iniciou, esta quarta-feira, a operação no sistema financeiro dos Estados Unidos da América com a abertura da sucursal em Miami, na Flórida.

O banco continua a crescer após a compra do Deutsche Bank PCC em Portugal e da Caixa Geral de Depósitos em Espanha.

Além de Espanha, o Abanca está presente em 10 países da Europa e América, através de uma rede internacional, constituída por sucursais nos EUA, Portugal e Suíça e escritórios de representação no Brasil, México, Panamá, Venezuela, França, Alemanha, Reino Unido e também Suíça.

“A cerimónia de inauguração contou com a presença de Juan Carlos Escotet Rodríguez, Presidente do Abanca, Francisco Botas, CEO, dos conselheiros Eduardo Eraña e Pedro López, de Alfonso Caruana, Diretor-geral dos Negócios Internacionais, e Mónica Vázquez, Diretora da sucursal em Miami”, diz o banco em comunicado.

A escolha de Miami para o centro de operações é estratégica para o Abanca, “por representar a entrada para inúmeras empresas espanholas no mercado americano, e por ser um local onde reside uma ampla comunidade de cidadãos de origem espanhola, portuguesa e latino-americana”, refere a nota.

Com esta entrada nos EUA, aprovada em outubro pela Reserva Federal norte-americana, o Abanca poderá passar a prestar serviços financeiros em todo o país.

“Esta aposta permite, ainda, ao Abanca reforçar o crescimento nos mercados com elevado potencial e, especialmente, no segmento de empresas e clientes particulares”, diz a instituição.

Recomendadas

BNA levanta suspensão da participação no mercado cambial imposta ao Finibanco Angola

O Finibanco Angola tinha sido suspenso de participar no mercado cambial, por um período de 45 dias, pelo Banco Nacional de Angola (BNA), depois de o supervisor bancário angolano detectar incumprimentos durante uma inspecção pontual, em meados de agosto.

Banco de Portugal mantém a zero a exigência aos bancos de um “reserva contracíclica de fundos próprios”

O Banco de Portugal revelou o tradicional comunicado sobre a reserva contracíclica de fundos próprios, desta vez relativa ao 4.º trimestre de 2022. O supervisor vai manter a dispensa de constituição de reserva contracíclica para a banca no quatro trimestre deste ano, à semelhança do que sucedeu nos anteriores.

Merlin Properties compra sede do Novobanco na Avenida da Liberdade por 112 milhões

A informação do comprador foi confirmada pela entidade bancária esta sexta-feira em comunicado, depois de já ter avançado com o valor do negócio nas últimas semanas.
Comentários