Abreu integra advogado José Maria Formosinho Sanchez

O ex-associado coordenador na área de Resolução de Litígios da PLMJ passa a advogado principal da equipa de Penal, Sancionatório e Compliance da sociedade liderada por Inês Sequeira Mendes.

O advogado José Maria Formosinho Sanchez saiu da PLMJ, onde era associado coordenador de Resolução de Litígios, para fazer parte da equipa de Penal, Sancionatório e Compliance da Abreu, que é coordenada pelo sócio Francisco Patrício e pelos sócios contratados Ana Rita Duarte Campos e Pedro Barosa.

José Maria Formosinho Sanchez regressa assim à firma onde fez o estágio curricular há mais de 15 anos. Hoje, conta com experiência na representação de empresas e clientes privados, com especial enfoque nas áreas de compliance, contraordenacional e criminalidade económico-financeira, e é membro do Fórum Penal – Associação de Advogados Penalistas e do Fair Trials International – Legal Experts Advisory Panel.

A contratação do novo advogado principal é justificada pela Abreu com a continuação da sua “estratégia de crescimento e afirmação” nas principais áreas do Direito. “A integração do José Maria na nossa equipa é um motivo de grande satisfação para a Abreu e para todos os nossos clientes. A sua experiência e perfil são muito relevantes e em linha com o caminho que temos vindo a apostar de especialização em temas de penal e compliance, aumentando o nosso expertise e capacidade de resposta em matérias de grande impacto para os nossos clientes”, afirma a managing partner da Abreu Advogados, Inês Sequeira Mendes, em comunicado.

Na opinião de José Maria Sanchez, a Abreu é “uma sociedade de advogados que tem vindo a percorrer um caminho singular de crescimento e de afirmação, apostando na inovação e especialização em matérias que marcam a agenda económica internacional, tais como o Whistleblowing e o Regime Geral da Prevenção da Corrupção”.

“Demonstra uma forte aposta nesta área, com uma equipa muito capaz e experiente. O profissionalismo e a partilha de valores foram determinantes para a minha integração e sei que serão fulcrais para a qualidade dos serviços que prestamos aos nossos clientes”, sublinha o jurista, numa nota enviada à imprensa pelo escritório com sede na zona de Santa Apolónia, em Lisboa.

Recomendadas

PremiumPorto Law Summit debate sociedades multidisciplinares

As sociedades multidisciplinares – formadas por advogados e outros profissionais – estão a chegar. O bastonário Luís Menezes Leitão, que se recandidata ao cargo, não está disponível para as aceitar.

Diferendo entre Ordem dos Advogados e Conselho de Deontologia de Lisboa volta “à estaca zero”

O despacho deixa o recurso apresentado em janeiro desse ano pelo bastonário, Luís Menezes Leitão, novamente por decidir, contrariando o próprio entendimento que esta 3.ª Secção do CS havia tido anteriormente.

Advogados do caso BES querem Supremo a decidir pela manutenção de Ivo Rosa no processo

Na terça-feira a providência 24/22, deu entrada no Supremo e ficou decidido como relator o juiz conselheiro Manuel Capelo, segundo a “TSF”.
Comentários