“Acho um erro”. Catarina Martins acusa Costa de criar crise política para “ter maioria absoluta” (com áudio)

A líder do BE apontou também que desde 2019 o PS tem se aproximado cada vez mais da direita e como tal está cada vez mais afastado da esquerda.

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, fala aos jornalistas durante a conferência de imprensa para apresentação do programa eleitoral às eleições legislativas, na sede nacional do partido, em Lisboa, 21 de dezembro de 2021. MÁRIO CRUZ/LUSA

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins criticou António Costa por ter criado uma crise política para ter “maioria absoluta” em entrevista à “CNN Portugal”.

“Na verdade o Partido Socialista [PS] decidiu não fazer nada com a esquerda. Decidiu criar uma crise política porque achou que era uma boa altura para ter maioria absoluta, eu acho um erro”, considerou Catarina Martins.

“As questões da governação não podem ser as questões de governação de um clube onde agora governa um club e depois governa outro clube. Tem que ver com as questões concretas das vidas das pessoas”, referiu.

A líder do BE apontou também que desde 2019 o PS tem se aproximado cada vez mais da direita e como tal está cada vez mais afastado da esquerda. “Em 2019 o partido socialista não quis fazer um acordo e começou no parlamento a aprovar uma serie de legislação sobretudo com a direita”.

Embora o PS, o partido que liderada as sondagens sem maioria absoluta, esteja cada vez mais afastado dos partidos que constituíram a geringonça Catarina Martins demonstrou abertura para uma coligação.  “O bloco está cá para ser a outra força”, admitiu.

O Bloco de Esquerda tem descido nas sondagens que colocam PS em primeiro lugar, PSD em segundo e Chega em terceiro. O BE obteve 6,3% numa sondagem de 20 de dezembro da “Rádio Renascença” e posicionou-se como a quarta força política.

Recomendadas

Governo diz ter “bons sinais” da União Europeia face a prioridades para a economia portuguesa

O secretário de Estado dos Assuntos Europeus, Tiago Antunes, elogiou o pacote de medidas estabelecidas ao nível europeu no âmbito da energia, nomeadamente a solução, a longo prazo, em apostar no hidrogénio verde com a criação de um banco de hidrogénio, orçamentado em três mil milhões de euros.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Hospitais privados exigem que ADSE atualize os preços

O presidente da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP) exigiu hoje que a ADSE atualize os preços, lembrando que no último ano já houve vários hospitais, especialidades e profissionais de saúde que saíram da convenção.
Comentários