Acionistas do BPI reúnem-se hoje para votar venda de 2% do BFA

A proposta não tem o aval da Associação de Investidores e Analistas Técnicos que acusa o Caixabank de favorecer Isabel dos Santos.

A reunião magna que vai decidir a alienação de parte da participação do BPI no BFA, que a concretizar-se significa que o banco português deixa de controlar o banco em Angola, passando esse controlo para a empresa de Isabel dos Santos, foi marcada para as 16h00 de hoje na Casa da Música, no Porto.

Após essa assembleia-geral, pelas 17h30, será realizada uma outra em que os acionistas irão votar os nomes dos novos membros do Conselho de Administração, para fazer face às saídas de António Domingues – que passou a liderar a Caixa Geral de Depósitos (CGD) desde o final de agosto – e de Edgar Alves Ferreira.

Para esses lugares é sugerida a cooptação de Gonzalo Rotaeche e Pablo Calderón, ambos do espanhol Caixabank, acionista maioritário do BPI.

Recomendadas

Preços da energia em Itália vão subir ainda mais apesar de já estarem elevados

O Executivo de Roma já dedicou este ano 60 mil milhões de euros a medidas para procurar reduzir o impacto da subida destes preços.

Crise/inflação: Costa recusa razões para alarmismo sobre panorama dos créditos à habitação

António Costa procurou assegurar que o seu Governo está “atento” face ao impacto da subida dos juros nas prestações a pagar pelas famílias com créditos à habitação.

Alemanha não vai seguir “política fiscal expansionista” do Reino Unido

O Governo alemão anunciou um fundo de 200 mil milhões de euros destinado a proteger consumidores e empresas do aumento dos preços do gás impulsionado pela guerra na Ucrânia.
Comentários