Açores apresenta proposta de restrição à pesca nos bancos submarinos Mar da Prata e Princesa Alice

O secretário Regional salientou que, no caso do banco Mar da Prata, “há dados científicos sobre abundâncias de algumas espécies muito baixas”, como o boca negra e o goraz, frisando que “não se trata de proibir completamente a pesca” naqueles locais.

O secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia dos Açores apresentou, na Horta, uma proposta de restrição temporária à pesca em determinadas áreas dos bancos submarinos Mar da Prata, ao largo de São Miguel, e Princesa Alice, ao largo do Faial.

Gui Menezes, que falava terça-feira aos jornalistas à margem do Conselho Regional das Pescas, referiu que a proposta de restrição apresentada aos conselheiros se deve “ao estado de menor abundância de algumas espécies nesses bancos”, bem como “à necessidade de conciliar vários usos”.

Pode continuar a ler o artigo aqui.

Recomendadas

Oceanos. Presidente da República destaca papel pioneiro de Portugal nas renováveis

“No caso de Portugal, fomos pioneiros em muitos campos, como as renováveis. Quando começámos a substituir outras formas de energia alguns disseram éramos tolos, não éramos, agora queremos antecipar as metas internacionais”.

DGRM vai promover venda de 743 quilos de alabote congelado que foi apreendido

Para participar da venda, cujo valor mínimo é de 2.125 euros, pressupõe-se a prévia aceitação das condições estipuladas e envio de proposta até ao dia 13 de maio de 2022.

Marcelo elogia Cavaco e aponta Conferência dos Oceanos como “oportunidade única”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, elogiou esta segunda-feira o seu antecessor, Aníbal Cavaco Silva, considerando que deu “projeção cimeira ao mar”, e apontou a Conferência dos Oceanos como uma “oportunidade única” para Portugal.
Comentários