Açores lançam Centro Tecnológico e Espacial de Santa Maria (com áudio)

O centro tem por objetivo “promover o desenvolvimento de capacidades tecnológicas do sector espacial, nomeadamente de acesso e retorno ao espaço, criando sinergias e reforçando as condições de atratividade para novas empresas e novos serviços, visando a criação de emprego e o reforço do ecossistema espacial da ilha de Santa Maria”, explica nota do Ministério.

@daniel rodrigues

Está lançado o Centro Tecnológico e Espacial de Santa Maria, nos Açores, um momento assinalado pela ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, o presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro e a presidente da Câmara Municipal de Vila do Porto, Bárbara Chaves.

Este Centro tem por objetivo “promover o desenvolvimento de capacidades tecnológicas do sector espacial, nomeadamente de acesso e retorno ao espaço, criando sinergias e reforçando as condições de atratividade para novas empresas e novos serviços, visando a criação de emprego e o reforço do ecossistema espacial da ilha de Santa Maria”, explica nota do Ministério.

A intenção é que no Centro sejam instaladas várias dessas capacidades com o intuito de que os Açores, e em particular a ilha de Santa Maria, sejam um “ponto de retorno e acesso ao espaço, e um nó de comunicações e operações espaciais” com novas valências no Teleporto de Santa Maria.

“Entre as valências identificadas estão a instalação de uma unidade de testes de veículos hipersónicos, uma base para a montagem de lançadores suborbitais e uma base para testes de plataformas estratosféricas”, refere o ministério.

Este centro está instalado nos terrenos do antigo Cartódromo de Santa Maria, que passa a ser propriedade da Agência Espacial Portuguesa, depois da realização da escritura de concessão do terreno pela Câmara Municipal de Vila do Porto.

O Centro Tecnológico e Espacial de Santa Maria resulta de uma colaboração entre o Governo de Portugal, o Governo Regional dos Açores e a Câmara Municipal de Vila do Porto.

Recomendadas

PremiumChoux: a pastelaria que junta bolos franceses aos sabores regionais

A pasteleira Joana Gonçalves meteu ‘mãos à obra’ na altura da pandemia. As encomendas são uma parte importante do negócio, sendo que representam cerca de 50% do faturamento da empresa. É possível mandar fazer bolos de aniversário, sobremesas e cestos de piquenique.

Madeira: Comercialização de banana aumentou 12,6% em 2022

O aumento registado em 2022 foi transversal a todas as categorias de banana. Comparativamente ao ano anterior, a banana de categoria extra cresceu 14,3%, a de primeira categoria, 8%, e a de segunda, 2,1%.

PremiumGato Preto aposta no e-commerce e vê Madeira como mercado de futuro

As vendas online têm tido um forte crescimento na Madeira. Transformação digital e e-commerce continuarão a ser apostas da cadeia de produtos de decoração. Clima e turismo são elementos diferenciadores nas lojas da Madeira e dos Açores.
Comentários