Açores na lista dos 12 destinos a visitar em 2017 pelos britânicos

Arquipélago consta da lista dos doze destinos a seguir pelos britânicos em 2017, divulgada pela ABTA-Association of British Travel Agents.

“Um maior número de turistas está a despertar para os atrativos incríveis destas ilhas atlânticas intactas”, afirma a ABTA-Association of British Travel Agents, congénere da APAVT – Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo.

A ABTA refere que as paisagens vulcânicas dos Açores e os mares onde se podem ver golfinhos, baleias e raias são destinos a visitar.  A lista dos “destinos a seguir em 2017” integra o relatório de tendências de viagens e turismo que a associação publica anualmente.

O interesse dos agentes de viagens britânicos pelos Açores sairá reforçado em 2017 com a realização do congresso da ABTA em Ponta Delgada, de 8 a 11 de outubro do próximo ano, que resulta de uma candidatura que  APAVT formalizou há dois anos e que conta com o apoio do Turismo dos Açores. Prevêem-se cerca de 600 profissionais do turismo do Reino Unido neste evento.

Pedro Costa Ferreira, presidente da APAVT, considera que o congresso da ABTA, nos Açores, vem na altura exata. “A sua realização segue uma das tendências do mercado britânico para 2017 e, certamente, permitirá  reforço desta tendência no futuro próximo. Razões suficientes para nos focarmos em fazer deste congresso um enorme sucesso”, salienta o responsável.

Recomendadas

Crise/Inflação: Casais podem receber 125 euros pelo IBAN do reembolso do IRS

O apoio de 125 euros é individual, mas os casais que entreguem o IRS em conjunto e só tenham o IBAN do reembolso deste imposto confirmado nas Finanças recebem o apoio nessa conta bancária, esclareceu hoje fonte oficial.

PremiumPartidos convergem nos apoios às famílias e crescimento económico

Os partidos com assento parlamentar começam a definir as prioridades para o próximo Orçamento do Estado. Num quadro de incerteza, continuidade e necessidade de calibrar medidas é o elemento central do PS. Oposição reclama respostas ao acelerar da inflação.

Premium“Dá-se quase uma medalha a quem consegue fugir aos impostos”, diz presidente da APIT

O presidente da APIT salienta que Portugal está a braços com a economia informal e que são precisas políticas de cidadania na área.
Comentários