Acusação vai contestar pedido da defesa de João Rendeiro (com áudio)

Só amanhã, terça-feira, é que Rendeiro e a sua equipa de defesa se vão apresentar para a audição.

Lusa

A acusação sul-africana vai contestar o pedido da defesa de João Rendeiro, tentando impedir que o ex-banqueiro português seja libertado sob fiança, avança a SIC Notícias. Foi a representante do Ministério Público da África do Sul a adiantar a informação aos jornalistas que se encontram no local.

Natasha Ramkisson Kara, a representante do Ministério Público, adiantou que o processo ainda deverá demorar, pelo menos, uma semana até o juiz decidir o pedido.

João Rendeiro foi presente a tribunal esta segunda-feira na África do Sul, depois de ter ficado detido durante o fim de semana numa esquadra da polícia.

Só amanhã, terça-feira, é que Rendeiro e a sua equipa de defensa se vão apresentar para a audição. Estima-se que as equipas de defesa e de acusação apresentem os respetivos argumentos a partir das 11 horas locais (9 horas em Portugal).

Nesta audição, espera-se que João Rendeiro volte a falar.

De relembrar que João Rendeiro foi detido no sábado, 11 de dezembro, num hotel de luxo na África do Sul após estar três meses foragido à justiça portuguesa. Em Portugal, João Rendeiro é acusado de três crimes no caso BPP e foi condenado a cinco anos e oito meses de prisão efetiva.

Relacionadas

Defesa de João Rendeiro vai pedir saída sob fiança (com áudio)

O tribunal de Verulam vai primeiro ouvir o ex-banqueiro e só depois, possivelmente na próxima semana, deve decidir sobre a sua saída sob fiança. 

Audição de João Rendeiro adiada para terça-feira (com áudio)

O português foi deslocado esta manhã para o tribunal de Verulam, onde ia ser presente a um juiz com o intuito de ser extraditado para Portugal.

Advogada de Rendeiro na África do Sul defende que não está interessada em “processar imprensa”

“A minha única preocupação é este momento. Vi a fotografia, parece-me falsa, mas, seja como for, a minha única estratégia e preocupação é tratar do meu caso”, disse June Marks, advogada de João Rendeiro na África do Sul.

João Rendeiro já chegou ao tribunal. Vai hoje ser ouvido após detenção na África do Sul (com áudio)

Depois de ter sido detido num hotel de cinco estrelas na madrugada de sábado, 11 de dezembro, João Rendeiro passou o fim de semana na esquadra da polícia de North Durban, a cinco quilómetros do hotel onde se encontrava.

Detenção de João Rendeiro foi “prenda de Natal da Polícia Judiciária ao país”, diz Marques Mendes

No seu habitual espaço de comentário da atualidade Marques Mendes defendeu que só o ex-banqueiro no seu lado de “cinismo e arrogância” acreditava que ia ficar “indefinidamente a fugir às autoridades”.

“Não há ninguém acima da lei”, diz Marcelo sobre detenção de João Rendeiro (com áudio)

O Presidente da República considera que a detenção do ex-banqueiro foi um momento importante para a justiça portuguesa e para a confiança dos portugueses nas instituições que mandam.
Recomendadas

MDS compra mediadora Pacific Insurance

A MDS comprou a Pacific Insurance e desta forma anexa 4 milhões de euros em prémios à sua carteira de seguros.

“Não vejo as fintech como uma grande ameaça à banca”. Veja a entrevista ao CEO da Nickel, Thomas Courtois

A Nickel quer abrir 2.500 balcões e alcançar 450 mil clientes em Portugal nos próximos cinco anos, mas o CEO da fintech francesa não se compromete a manter a anuidade de 20,80 para sempre. A crise na banca abriu a porta a novos players, mas coexistência é possível, diz em entrevista à JE TV.

Justiça suíça abre processo sobre fuga de informação no Credit Suisse

Em fevereiro de 2022 foram expostas mais de 18 mil contas do Credit Suisse que estarão ligadas a empresários sobre os quais recaem sanções ligadas à violação dos direitos humanos, e pessoas envolvidas em esquemas de fraude.
Comentários