AdC vai aprovar compra da TVI pela Cofina

Autoridade da Concorrência já estará a notificar as partes interessadas numa operação que deverá ficar concluída por um valor de 225 milhões de euros.

A Autoridade da Concorrência (AdC) pretende aprovar a compra da Media Capital pela Cofina, sendo que este regulador já estará a notificar as partes interessadas nesta decisão, confirmou o Jornal Económico.

Ao que o JE apurou, a AdC emitiu um projeto de decisão que estará ainda sujeito a audiência prévia de contrainteressados por um período de 10 dias úteis, findos os quais será emitida a decisão final. A notícia foi avançada esta quarta-feira pelo “Dinheiro Vivo”.

O negócio, que deverá ter um valor de 225 milhões de euros, estava dependente de um parecer do organismo regulador. Após análise, a AdC decidiu que não iria opor-se ao negócio, abrindo assim caminho para a compra da TVI pelo grupo de comunicação social que detém títulos como o “Correio da Manhã” e “CMTV”.

 

Relacionadas

Anacom aprova operação Cofina/Media Capital: “Não suscita questões concorrenciais”

A Anacom realça que o pedido, solicitado pela Autoridade da Concorrência, teve como objetivo apreciar o “potencial impacto no mercado das comunicações eletrónicas da operação de concentração projetada”. “Operação não suscita questões concorrenciais”, conclui regulador.

Compra da Media Capital pela Cofina pode ser “maior ameaça à democracia portuguesa”, disse Nuno Artur Silva dias antes de ir para o Governo

O novo responsável do Governo para a comunicação social mostrou-se preocupado com a compra da Cofina pela Media Capital num artigo de opinião publicado uma semana antes de entrar no Governo. Este negócio vai ser avaliado pela Concorrência, Anacom e ERC. Somente um parecer negativo da ERC é que pode travar este negócio.
Recomendadas

Binter e Embrar fecham compra de cinco novas aeronaves por mais de 369 milhões de euros

As duas primeiras unidades estão previstas para chegar às Ilhas Canárias em novembro de 2023.

Manuel Champalimaud compra à Novares a área de injeção de plásticos para a indústria automóvel

A aquisição visa reforçar posição do Grupo Champalimaud no sector dos componentes de plástico decorativo e de interface para a indústria automóvel.

PremiumAmazon diz que “continua a fazer investimentos” de cloud em Portugal

A empresa norte-americana de computação na nuvem Amazon Web Services (AWCS)está a desenvolver um centro de dados no país, mas não se compromete com uma data de abertura.
Comentários