Adeus, Ana. Olá, tempestades Bruno, Carmen, David…

A tempestade Ana fez os seus estragos esta noite mas já deixou o território de Portugal Continental, no início da manhã desta segunda-feira. A chuva e os ventos fortes diminuíram com o passar das horas.

A próxima tempestade que atravessar o país chamar-se-á Bruno. A seguinte terá o nome de Carmen. Por ordem alfabética e seguindo uma ordem mulher, homem, mulher, homem, serão estes os nomes destes fenómenos naturais: David, Emma, Felix, Gisele, Hugo, Irene, Jose, Katia, Leo, Marina, Nuno, Olivia, Pierre, Rosa, Samuel, Telma, Vasco e Wiam.

Os responsáveis pelas nomenclaturas são a Agência Estatal de Meteorologia (AEMET), a MetéoFrance (França) e o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), de Espanha, França e Portugal, respetivamente.

“As tempestades que serão nomeadas serão aquelas que se aprofundam de tal forma que possam produzir um grande impacto sobre bens e pessoas. Uma experiência similar desenvolvida desde 2015 no Reino Unido e na Irlanda mostrou que a população permanece mais atenta às recomendações de segurança quando a ameaça do vento forte é claramente identificada”, explica a entidade meteorológica espanhola, que deu início aos “batismos” a 1 de dezembro.

“A depressão a que se deu o nome de Ana já se encontra sob França e a frente fria que lhe estava associada já passou todo o território do continente. A situação de chuva forte e vento forte que se registou no dia de ontem já está ultrapassada”, disse Paula Leitão, do IPMA, à agência Lusa.

De acordo com a especialista do IPMA, Portugal continental está agora sob a influência de uma massa de ar frio. “A temperatura já está a descer. Às 06:30 já se registavam -1 graus Celsius nas Penhas Douradas e perto de 0 graus na região de Trás-os-Montes. O céu já está com algumas abertas e ainda há aguaceiros, que serão de neve acima dos 800 metros de altitude”, explicou a meteorologista, sublinhando que os aguaceiros deverão diminuir de intensidade e frequência, prevendo-se para o final da tarde céu pouco nublado ou limpo.

Relacionadas

Mau tempo causou 122 ocorrências em Lisboa durante a noite

“Desde as 00:00 e até às 07:00 de hoje registámos 122 ocorrências, sendo que 51 são quedas de árvores e 25 quedas de infraestruturas”, disse à Lusa uma fonte dos Sapadores.

Mau tempo faz vítima mortal em Marco de Canaveses

Uma mulher de 45 anos morreu na tarde de hoje em Marco de Canaveses quando uma árvore de grande porte caiu sobre a viatura que conduzia, disse à Lusa fonte dos bombeiros locais.
Recomendadas

Crise climática deve ser prioridade de todos os governos e organizações multilaterais, diz Guterres (com áudio)

O secretário-geral da ONU, António Guterres, defendeu hoje que a crise climática deve ser prioridade máxima de todos os governos e organizações multilaterais e pediu que as empresas de combustíveis fósseis sejam responsabilizadas pela destruição do planeta.

Novos satélites para prever o clima lançados a partir do final do ano

A Organização Europeia para a Exploração de Satélites Meteorológicos anunciou hoje o lançamento, no final do ano, de uma nova geração que melhorará e acelerará o envio de dados a meteorologistas de toda a Europa sobre acontecimentos climáticos graves.

Situação de seca meteorológica diminuiu significativamente até 15 de setembro

Nos primeiros 15 dias de setembro verificou-se um “desagravamento significativo” da situação de seca meteorológica em todo o território, em especial nos distritos da Guarda, Viseu e Castelo Branco, anunciou hoje o IPMA.
Comentários