PremiumAveleda garante que investimento no Algarve é a longo prazo

A Aveleda planeou investir 42 milhões de euros entre 2015 e 2020 na compra de propriedades, algumas em novas regiões, como o Douro ou o Algarve.

A Aveleda é uma das maiores produtoras vitivinícolas nacionais e encerra em 2019 um ciclo de três anos de forte expansão, detendo hoje dez propriedades – Quintas da Aveleda, Lagares, Lousada, Celorico, Ruivães e Cabração (2018) nos Vinhos Verdes; Quintas Vale de D. Maria (2017) e Vale do Sabor, no Douro; Quinta d’Aguieira, na Bairrada; e Villa Alvor, no Algarve. A empresa definiu um plano estratégico entre 2015 e 2020 que previa um investimento de 42 milhões de euros em aquisições de propriedades, algumas em novas regiões, como o Douro ou o Algarve. A um ano do fim desse horizonte temporal, o grupo diz estar “em linha” com os objetivos de investimento traçados.

Artigo publicado na edição semanal de 9 de agosto, de 2019, do Jornal Económico. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

TAP: Serviços mínimos para greve abrangem países lusófonos e comunidades portuguesas

Os serviços mínimos para a greve dos tripulantes de cabine da TAP, marcada para quinta e sexta-feira, abrangem as regiões autónomas, os países lusófonos e zonas com emigrantes portugueses, segundo um acórdão hoje publicado.

Caixa realiza Simulacro anual no edifício Sede

“O exercício teve a participação de 3 mil pessoas que se encontravam no edifício à hora do simulacro”, diz a CGD.  

Sindicato diz que contraproposta de aumentos salariais da Altice fica aquém do pretendido

A proposta da Altice consiste num aumento de 2% para valores base abaixo de 1.300 euros, garantindo um vencimento mínimo de 800 euros e de 1% para valores base entre os 1.300 euros e os 2.300 euros.
Comentários