AEP volta ao Canadá com 10 empresas nacionais

Esta é a sétima missão empresarial organizada pela AEP ao Canadá. Durante a missão, as empresas portuguesas terão oportunidade de estabelecer contactos com potenciais parceiros locais, através de reuniões já agendadas.

A AEP – Associação Empresarial de Portugal está, de 29 de maio a 4 de junho, a liderar mais uma missão empresarial ao Canadá com o objetivo de potenciar oportunidades de negócio num mercado cada vez mais receptivo às empresas portuguesas.

Em comunicado a associação diz que a comitiva da AEP, da qual fazem parte 10 empresas de vários setores de atividade, irá dividir-se entre Montreal, a maior cidade da província de Quebec, e Toronto, o centro financeiro de um país que ocupa grande parte da América do Norte.

As empresas que integram esta missão são a Dune Bleue (meias), Catari Indústria (estruturas metálicas), Binomio – Produtos Alimentares (chocolate e produtos de confeitaria), NeiperHome (têxteis-lar), Lumatex – Indústria Textil (têxteis-lar), Cheer Up Viagens e Turismo (turismo), Prinemo (engenharia), Emotions at Home (têxteis-lar), Arch Valadares (cerâmica sanitária) e Sinuta (aparelhos e equipamentos para comunicações).

“Portugal tem uma longa relação com o Canadá devido à vasta comunidade de emigrantes portugueses. O país é um importante mercado para o comércio português devido ao seu elevado potencial de crescimento, o que torna cada vez mais relevante a aposta da AEP. É um dos países com maiores fluxos de importações e exportações a nível mundial, constituindo um importante parceiro em termos de investimento à escala global”, diz em comunicado Luís Miguel Ribeiro, presidente da AEP.

Esta é a sétima missão empresarial organizada pela AEP ao Canadá. Durante a missão, as empresas portuguesas terão oportunidade de estabelecer contactos com potenciais parceiros locais, através de reuniões já agendadas.

A última deslocação foi em 2019, mas no total, a AEP já desenvolveu sete ações no Canadá, seis missões e uma feira.

Com uma população a rondar os 38 milhões de habitantes, o Canadá é a 9ª maior economia mundial e um dos países mais desenvolvidos. Integra o G7 – que reúne os países mais industrializados e desenvolvidos do mundo -, tem uma economia sólida, aberta, competitiva e transparente e possui um elevado nível de vida.

Em 2021, segundo dados do INE, o Canadá foi o 14º cliente das exportações portuguesas de bens, ocupando a 19ª posição ao nível das importações. Entre 2017 e 2021 verificou-se um crescimento médio anual das exportações de 13,9% e de 0,03% nas importações. A balança comercial de bens foi favorável a Portugal, tendo apresentado um excedente de 172 milhões de euros.

Na estrutura das exportações destacam-se os produtos alimentares, as matérias têxteis, os plásticos e borracha, os metais comuns e os produtos químicos. Os principais grupos de produtos importados foram os produtos agrícolas, os veículos e outros materiais de transporte, as máquinas e aparelhos, os produtos químicos e os metais comuns.

Recomendadas

Credor estrangeiro avança em Hong Kong com petição de liquidação contra Evergrande

Num comunicado enviado à Bolsa de Hong Kong, onde está cotada, a Evergrande indicou que o autor é a Top Shine Global Limited, uma empresa registada em Samoa e propriedade do investidor local Lin Ho Man.

Telecoming e SL Benfica acertam acordo para a distribuição de conteúdos digitais mobile (com áudio)

A Telecoming fica encarregue de fazer a ponte entre os adeptos e simpatizantes benfiquistas através da criação de conteúdos digitais, dirigidos aos consumidores via mobile.

Aborto nos EUA. Fundador da Prozis responde a críticas de influencers: “Tentar destruir alguém pelas suas ideias é um sinal dos tempos” (com áudio)

“Acredito que esta politica de cancelamento possa destruir muitas vidas , principalmente destes tais influencers. Hoje sou eu, amanhã serão eles. É uma questão de tempo”, disse Miguel Milhão em resposta às críticas. Pelo menos, quatro embaixadoras da marca já anunciaram o fim das parcerias.
Comentários