Agenda do investidor para 7 de dezembro

Em dia de debate quinzenal com o primeiro-ministro, o Instituto Nacional de Estatística divulga diversos índices. Nos EUA, é dado a conhecer o inventário semanal de petróleo bruto.

Às 7h00 é apresentada a variação mensal na produção industrial da Alemanha. Os analistas antecipam uma variação de 0,8% face a setembro.

Às 9h30, é divulgada a variação mensal na produção industrial do Reino Unido. Prevê-se uma variação de 0,2% em relação a setembro.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga, às 11h00, o Índice de Produção, Emprego, Remunerações e Horas Trabalhadas na Construção de 2016, os índices de Produção na Construção e Obras Públicas, o índice de Custos de Construção de Habitação Nova, o índice de Preços de Manutenção e Reparação Regular da Habitação de Outubro de 2016.

Às 15h00, decorre o Debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, no Parlamento. Em simultâneo, nos Estados Unidos, o ‘Bureau of Labor Statistics’ divulga as ofertas de emprego, havendo uma previsão de 5,500 M. Meia hora mais tarde, são anunciados os inventários de Petróleo Bruto dos EUA. A previsão do inventário, que mede o aumento de barris de crude comercial por semana em stock, é de menos de 1,032 milhões de unidades.

 

Recomendadas

Prestação da casa sobe entre 108 e 251 euros em dezembro

A prestação da casa paga pelos clientes bancários no crédito à habitação vai subir acentuadamente este mês nos contratos indexados à Euribor a três, seis e 12 meses, face às últimas revisões, segundo a simulação da Deco/Dinheiro&Direitos.

Compras das festividades aconteceram mais cedo e serão maiores este ano, segundo a Meta

Alguns dos motivos que podem explicar este acontecimento é o facto de os consumidores estarem preocupados com a escassez de bens, antecipando a compra dos presentes desejados, enquanto as empresas com excesso de stock procuraram eliminá-lo com grandes descontos.

Ex-ministro das Finanças do Luxemburgo Pierre Gramegna lidera MEE a partir de hoje

Numa reunião realizada à distância na passada sexta-feira, o Conselho de Governadores do MEE, que junta os 19 ministros das Finanças da moeda única, decidiu nomear o luxemburguês Pierre Gramegna para o cargo de diretor executivo do fundo de resgate da zona euro.
Comentários