AIEA quer ‘presença permanente’ em central nuclear de Zaporizhzhia

Para já, a missão incluirá uma inspeção física ao funcionamento do sistema de segurança e entrevistas com os profissionais que a mantém.

Photo by Zaporizhzhia Nuclear Power Plant/Anadolu Agency via Getty Images)

A equipa da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) que partiu de Kyiv para visitar a central nuclear de Zaporizhzhia para inspecionar danos chegou à cidade hoje e deve iniciar os trabalhos na quinta-feira, mas quer que a missão estabeleça uma ‘presença permanente’ no local.

O diretor de vigilância nuclear da ONU, Rafael Grossi, diz que a missão do órgão de vigilância nuclear da ONU na durará alguns dias, mas pode ser estendida.

“A missão levará alguns dias. E se conseguirmos estabelecer uma presença permanente ou uma presença contínua, vai prolongar-se, mas esse primeiro segmento, por assim dizer, vai demorar alguns dias”, disse Grossi a repórteres num hotel em Zaporizhzhia.

O trabalho da equipa no local, acrescentou, incluirá uma inspeção física ao funcionamento do sistema de segurança e entrevistas com os profissionais que a mantém.

Recomendadas

Alcançado acordo político entre países da UE para novo pacote de sanções à Rússia

A informação foi avançada aos meios de comunicação social europeus por fonte oficial da presidência checa do Conselho da UE, que indicou que “os embaixadores [dos Estados-membros] acabam de chegar a um acordo político sobre novas sanções contra a Rússia”.

Ucrânia: Putin promulga tratados de anexação de quatro regiões ucranianas

No início desta semana, os tratados de anexação dos quatro territórios à Rússia também receberam aprovação das duas câmaras do Parlamento russo.

Ucrânia. EUA anunciam novo pacote de 627,3 milhões de euros em ajuda militar a Kiev

O presidente norte-americano, Joe Biden, informou hoje o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, da concessão de um novo pacote de ajuda militar de 625 milhões de dólares (627,3 milhões de euros).
Comentários