Airbnb já é mais valiosa do que as três maiores cadeias hoteleiras do mundo juntas

Em conjunto, a Hilton Worldwide Holdings, o Marriott International e o Intercontinental Hotels Group estavam avaliadas em 84,1 mil milhões de dólares (69,4 mil milhões de euros) no fecho do mercado desta quinta-feira.

A estreia da Airbnb na bolsa já era uma jogada há muito tempo antecipada e esperada, sendo que as ações da empresa encerraram em Wall Street a valorizar 144,71 dólares (119,33 euros), mais do que duplicando o valor inicial de 68 dólares (56,17 euros) por ação, fazendo com que a empresa atingisse uma avaliação total de 86,5 mil milhões de dólares (71,3 mil milhões de euros), revela o “Business Insider”.

Com tamanha avaliação, a empresa liderada por Brian Chesky já aufere de uma capitalização de mercado combinada superior às das três maiores cadeiras hoteleiras do mundo. Em conjunto, a Hilton Worldwide Holdings, o Marriott International e o Intercontinental Hotels Group estavam avaliadas em 84,1 mil milhões de dólares (69,4 mil milhões de euros) no fecho do mercado desta quinta-feira.

Além destas três cadeias hotelarias, a Airbnb ultrapassou também a capitalização de mercado da Booking, o seu maior rival no setor do alojamento local, que encerrou em Wall Street com uma avaliação de 86,2 mil milhões de dólares (71,1 mil milhões de euros).

Apesar de a entrada em bolsa por parte da Airbnb já ser bastante antecipada, a avaliação privada da empresa oscilou drasticamente devido à pandemia da Covid-19, que prejudicou o sector do alojamento local e levou a perdas significativas. Só este ano, a avaliação da empresa caiu de 31 mil milhões de dólares para 18 mil milhões de dólares (25,6 mil milhões de euros para 14,8 mil milhões de euros), tanto que Brian Chesky viu-se obrigada a despedir 25% da força de trabalho e levantou mais de dois mil milhões de dólares (1,7 mil milhões de euros) em dívidas .

No entanto, os analistas não se mostram satisfeitos e revelam que o frenesim à volta do IPO da Airbnb revelam um otimismo insustentável nos mercados em altura pandémica e em que muitos trabalhadores no mundo perderam os seus empregos. O presidente da Heritage Capital, Paul Schatz, assumiu ao “Business Insider” que a elevada avaliação por parte do mercado mostrava “euforia e ganância”, algo que não era visto desde que as tecnológicas entraram na bolsa no final dos anos 90.

Relacionadas

Ações da Airbnb sobem mais de 100% na chegada ao Nasdaq

A empresa liderada por Brian Chesky estabeleceu um preço de 68 dólares por ação na entrada em bolsa desta quinta-feira. Os títulos estão agora a valer 144,90 dólares.

Airbnb abre a porta da bolsa com preço de 68 dólares por ação

O valor das ações na Oferta Pública Inicial (IPO, na sigla em inglês) superou as expectativas, tornando a operação na maior entrada em bolsa este ano.  Esta segunda feira, a empresa liderada por Brian Chesky já tinha aumentado o intervalo do preço indicativo para entre 56 e 60 dólares, acima da anterior indicação de entre 44 e 50 dólares.

Airbnb sobe preço e espera arrecadar 2,5 mil milhões de euros com entrada em bolsa

A oferta pública inicial (IPO) da plataforma de aluguer de habitação está cada vez mais perto e a empresa pretende vender 51,6 milhões de ações ao preço de entre 56 e 60 dólares.

Covid-19: Airbnb regista quebra de 32% das receitas até setembro

A receita da plataforma de aluguer de habitação registou uma quebra de 32%, passando dos 3,11 mil milhões de euros, para os 2,10 mil milhões de euros.
Recomendadas

OPEP retoma reuniões presenciais perante medo de recessão internacional

A OPEP+, o grupo integrado pelos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e aliados, reúne-se quarta-feira pela primeira vez presencialmente desde março de 2020, num momento em que crescem os receios de uma recessão internacional.

BNA levanta suspensão da participação no mercado cambial imposta ao Finibanco Angola

O Finibanco Angola tinha sido suspenso de participar no mercado cambial, por um período de 45 dias, pelo Banco Nacional de Angola (BNA), depois de o supervisor bancário angolano detectar incumprimentos durante uma inspecção pontual, em meados de agosto.

“Café com o CEO”. Assista à conversa com o Dr. Luís Teles, em direto a partir de Luanda

“Café com o CEO” é uma iniciativa promovida pela empresa angolana E.J.M, fundada por Edivaldo Machado em 2012, que procura dar a conhecer os líderes que estão a dar cartas em Angola e outros países da Lusofonia. Assista à sessão em direto de Luanda, capital angolana.
Comentários