Albânia adere ao Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia

A Albânia tornou-se hoje membro do Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia (UE), o que ajudará o país a lidar com as consequências das alterações climáticas e das catástrofes naturais.

Janez Lenarcic, comissário de gestão de crises da UE, e Niko Peleshi, ministro da Defesa albanês, assinaram o acordo que concede à Albânia o estatuto de membro de pleno direito do Mecanismo de Proteção Civil comunitário.

“Trabalhando juntos, podemos melhorar significativamente a nossa preparação para emergências e construir na Europa um mais resistente sistema de gestão de catástrofes”, disse Lenarcic.

No passado, o país dos Balcãs ocidentais teve dificuldades em fazer face a catástrofes naturais, incluindo incêndios e terramotos.

Ao longo dos últimos três anos, as equipas de proteção civil da UE prestaram assistência à Albânia no devastador terramoto de novembro de 2019 e em incêndios florestais de verão.

Como membro de pleno direito, a Albânia será capaz de utilizar os conhecimentos, ferramentas e recursos do sistema de gestão de risco de desastres da UE, para melhor enfrentar as emergências e oferecer assistência a outros países necessitados.

A Albânia e a vizinha Macedónia do Norte iniciaram negociações de adesão à UE em julho, mas o processo deverá levar anos.

Recomendadas

Erdogan pede ao islão para se envolver na Síria

Recep Erdogan está a fazer todos os esforços para escorar a sua eminente entrada na Síria para perseguir os curdos, que considera terroristas. E quer acomodar essa vontade nos interesses do mundo muçulmano.

Governo alemão defende plano para flexibilizar regras de cidadania

O governo alemão delineou planos para reduzir de oito para cinco o número máximo de anos que uma pessoa deve esperar antes de se tornar cidadã.

União Europeia apela ao fim do bloqueio no Montenegro

O Parlamento retirou competências à presidência e transferiu-as para a assembleia, dominada por uma coligação de partidos de tendência claramente pró-Rússia. A adesão do país à União Europeia está por isso comprometida.
Comentários