Albergaria investe 3,7 milhões de euros na zona industrial para captar investimento e criar emprego

O município “tem realizado um forte investimento no desenvolvimento económico, dinamizando o sector empresarial e a economia local” nos últimos anos, segundo António Loureiro, Presidente da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha.

9 em cada 10 profissionais consideram que o contacto pessoal é essencial num processo de recrutamento

O Município de Albergaria anunciou esta quarta-feira que vai investir 3,7 milhões de euros na ampliação da Zona Industrial, no âmbito da estratégia municipal de atrair mais investimentos e criar novos postos de trabalho até ao final de 2023.

“Com a última revisão do Plano Diretor Municipal (PDM), deu-se um aumento de 200 hectares de solo industrial destinado às atividades económicas – a totalidade da Zona Industrial é 448 hectares -, onde foram desenvolvidas infraestruturas adequadas à instalação de novas empresas”, explica a autarquia numa nota enviada à imprensa, na qual adianta que “na sequência desta expansão, está a decorrer as candidaturas para a aquisição de 25 lotes com áreas entre os 3.000 e 8.000 metros quadrados. O preço de venda está fixado em 25 euros por metro quadrado”.

O volume de negócios das mais de 700 empresas sediadas naquele concelho do centro do país ascende a mil milhões de euros, que empregam mais de sete mil pessoas.

Na região, a indústria abrange cerca de 60% do total da produção, com a fundição, a metalomecânica, o fabrico de equipamentos, a transformação das borrachas e plásticos e as madeiras a representarem a maior parte da atividade.

Citado pelo comunicado, António Loureiro, Presidente da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha, explica que o município “tem realizado um forte investimento no desenvolvimento económico, dinamizando o sector empresarial e a economia local” nos últimos anos.

“Para a Zona Industrial constituir-se um espaço atrativo com as infraestruturas necessárias, captação de investimentos e criação de postos de trabalho, investimos já um total de 3,7 milhões de euros”, acrescentou o líder da autarquia,

“No âmbito do desenvolvimento económico e social, o Município dispõe de um conjunto de medidas de apoio ao investimento com vista ao reforço da competitividade e da coesão territorial, nomeadamente, benefícios fiscais para novas empresas ou empresas sediadas no concelho classificadas como projetos de investimento de interesse municipal, programa de incubação e programa de incentivos à criação do próprio emprego”, é destacado ainda na mesma nota.

O comunicado salienta que Albergaria-a-Velha “beneficia de uma favorável posição geoestratégica” e que se “tem afirmado como um importante polo industrial”.

 

Recomendadas

Lagarde pede aos bancos para criarem “adequadas” provisões

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, pediu hoje aos bancos da zona do euro para criarem “provisões adequadas” e planearem a utilização dos seus capitais com “prudência” por causa da crise.

UE dá luz verde a entrada de Croácia no espaço Schengen

Com esta aprovação, pelos ministros dos Assuntos Internos da UE, seguindo a recomendação da Comissão Europeia de 16 de novembro, a Croácia deixará de ter fronteiras internas com os outros países do espaço Schengen.

Trabalhadores do MNE português no Brasil vão ter atualização salarial de 48,9%

Os trabalhadores nos postos consulares e missões diplomáticas no Brasil vão ter as suas remunerações atualizadas em 48,9%, a mesma percentagem da depreciação monetária acumulada do real, segundo legislação publicada em Diário da República.
Comentários