Alberto João Jardim diz que o problema do PSD Madeira é a organização partidária

O anterior presidente do Governo Regional recomendou que os incompetentes tirem umas férias e não se metam.

Helder Santos

O antigo presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, deixou alguns recados ao PSD Madeira. Para além de ter identificado como ponto fraco do partido a organização partidária alertou que a partir do Funchal, insistir em impor “renovadinhos” é não ter aprendido a lição.

Para Alberto João Jardim é preciso que “os incompetentes” tirem “umas férias e não se metam”. O antigo governante na Madeira refere ainda que isto “não pode continuar assim” , “nem com quem está lá”, “nem com os conhecidos “cagões” aprendizes de feiticeiros.”

O anterior líder do executivo madeirense diz que é preciso deixar “o PSD profundo”, “em cada Concelho e em cada Freguesia”, se “una em volta dos seus melhores” e escolha “quem volte a tornar o Partido representativo do sentir local”.

Alberto João Jardim já tinha reagido à expulsão de 40 militantes do PSD Madeira, por terem apoiado outras candidaturas nas eleições autárquicas, utilizando na altura a expressão “as voltas que o mundo” como forma de criticar “a indignação “renovadinha” que se gerou quando o antigo governante na Madeira fez o mesmo recordando que nessa altura chegaram a fazer juras de não atuar dessa forma.

Relacionadas

“As voltas que o mundo dá” é a reacção de Alberto João Jardim sobre expulsões no PSD Madeira

O anterior presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, reagiu desta forma à publicação do Diário de Notícias da Madeira que dava conta da expulsão de 40 militantes do PSD por terem apoiado outras candidaturas nas eleições autárquicas.
Recomendadas

Hoje é celebrado o Dia Internacional da Consciencialização sobre Perdas e Desperdício Alimentar

Na Europa, todos os anos, cerca de 89 milhões de toneladas de alimentos são deitados ao lixo. Em Portugal, estima-se que cada português desperdice cerca de 134 kg de alimentos por ano. Enquanto isto 1/6 da população mundial passa fome.

Madeira: Serviço Regional de Saúde visita Unidade de Ação Social do Hospital Garcia da Orta

A Unidade de Ação Social do SESARAM observou e conheceu a dinâmica e a metodologia de trabalho implementada na UHD do hospital e, em particular, a área de intervenção social.

Madeira: Acordos de gestão entre a Segurança Social e as IPSS vão passar para 20 anos

Neste sentido, com a presente alteração pretende-se adequar a duração dos acordos de gestão que envolvam a cedência de utilização do edificado em regime de comodato, onde sejam desenvolvidas respostas sociais, numa lógica de melhor aproveitamento dos recursos disponíveis.
Comentários