Alemanha disposta a apoiar proibição gradual da União Europeia ao petróleo russo

Esta foi a opção defendida pela Alemanha numa reunião entre embaixadores da União Europeia, onde foi também abordada a possibilidade de um preço base para o petróleo ou mecanismos de pagamento para reter parte da receita de Moscovo.

(FILES) In this file photo taken on November 10, 2018 Leaders of the German Green party, Robert Habeck (R) and Annalena Baerbock chat on stage during the party’s congress in Leipzig, eastern Germany where delegates elected candidates for next years European elections. – With the numbers suggesting that Germany’s highest office may be within reach for the Greens, the buzz is not whether the party could fill the seat at the chancellery but which of its two co-chiefs — Annalena Baerbock and Robert Habeck — could seize the top job. (Photo by Tobias SCHWARZ / AFP)

A Alemanha está disponível para apoiar uma proibição gradual do petróleo russo por parte da União Europeia (UE), numa altura em que os países da UE procuram responder ao aumento da crise de energética depois da Rússia ter cortado a distribuição de gás natural à Polónia e Bulgária esta quarta-feira, 27 de abril.

De acordo com a “Bloomberg”, esta foi a opção defendida pela Alemanha numa reunião entre embaixadores da União Europeia, onde foi também abordada a possibilidade de um preço base para o petróleo ou mecanismos de pagamento para reter parte da receita de Moscovo.

A União Europeia está a trabalhar o seu sexto pacote de sanções à Rússia e nos próximos dias são esperadas reuniões entre os países dos estados-membro. atado imediatamente para comentar.

As sanções da UE têm de ser aplicadas por unanimidade e podem ser politicamente complicadas de gerir para alguns dos estados-membros.

A Alemanha deu ainda conta de que pode continuar a pagar o seu gás em euros. No entanto, o país poderá ter de lidar com um impacto de 220 mil milhões de euros na produção durante os próximos dois anos, caso a distribuição de gás seja cortado imediatamente, de acordo com uma previsão de institutos económicos germânicos.

Relacionadas

Preço do gás sobe mais de 10% após cortes à Polónia e Bulgária

O preço do gás natural para entrega em maio no mercado holandês sobe hoje mais de 10%, depois de a Rússia cortar o fornecimento à Polónia e à Bulgária por terem recusado o pagamento em rublos.

Rússia corta fornecimento de gás à Bulgária a partir de quarta-feira (com áudio)

A Bulgária junta-se assim à Polónia, que também anunciou que a Rússia interromperá o fornecimento de gás a partir de quarta-feira, perante a recusa em fazer os pagamentos em rublos, como exige a administração da Gazprom, controlada por Moscovo.
Recomendadas

CEO da Microsoft destaca plataforma para ajudar a Ucrânia criada por português

Satya Nadella diz que o “Ukraine Live Aid”, para prestar apoio aos refugiados ucranianos, foi um dos trabalhos “significativos” e “muito necessários” que feitos com as Power Pages da Microsoft.

Ocidente deve ser mais brando com a Rússia e a Ucrânia deve ceder, defende Kissinger

Segundo o ex-secretário de Estado dos EUA, os líderes europeus não devem perder de vista o relacionamento de longo prazo com a Rússia, nem devem arriscar empurrá-la para uma aliança permanente com a China. O antigo campeão de xadrez Garry Kasparov disse que essa posição, para além de imoral, foi provada errada repetidamente.

Mais de 200 corpos encontrados em cave de Mariupol

Informação foi avançada por Petro Andryushchenko, conselheiro do presidente da câmara de Mariupol.
Comentários