Alitalia prevê despedir 2 mil trabalhadores

Companhia aérea italiana prepara-se para dispensar 1/5 dos funcionários de forma a voltar aos lucros. A exigência é do acionista maioritário.

A Alitalia poderá estar prestes a dispensar dois mil trabalhadores, aproximadamente 17% da equipa, perante as pressões que estão a ser exercidas pelo acionista maioritário Etihad Airways, com o objetivo que a companhia aérea volta aos lucros, segundo a Reuters.

Além disso, a companhia aérea italiana está a considerar a possibilidade de cessar a utilização de um total de 20 aeronaves para cortar o serviço de algumas rotas regionais e nacionais deficitárias perante a forte concorrência das companhias “low cost” e do comboio de alta velocidade, segundo as fontes consultadas pela agência.

Como condição para investir 560 milhões de euros na Alitalia em 2014, a Etihad colocou como condição uma redução de funcionários entre 2.500 e 3 mil pessoas, mas após três meses de negociações, foi possível reduzir esse número para 1.635 trabalhadores.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Mais do que o mercado global, a imigração digital estimula as economias locais

Atualmente, a maior parte da inovação ocorre de forma colaborativa e a mobilidade global das pessoas tem sido um fator importante no aumento do número de polos criativos.

Turismo. Hóspedes e dormidas em outubro superam em mais de 5% o registo pré-pandemia

O mercado interno contribuiu com 1,8 milhões de dormidas (-2,7% face ao mesmo mês do ano passado), ao passo que os mercados externos somaram 4,9 milhões (+37,3%).
Comentários