Altice está convicta da “inocência” e disposta a colaborar com a Autoridade da Concorrência

“Conotamo-lo como um procedimento normal no âmbito de um processo já há muito do conhecimento público”, refere da dona da Meo depois de a AdC acusar a Meo e a Nowo de formarem cartel.

A Altice Portugal confirmou que recebeu esta sexta-feira à tarde a decisão de inquérito dirigida também à Meo e à Nowo pela Autoridade da Concorrência (AdC), pouco antes de a informação chegar aos meios de comunicação social.

“Conotamo-lo como um procedimento normal no âmbito de um processo já há muito do conhecimento público, sendo que, convictos da nossa inocência, reiteramos toda a nossa disponibilidade e colaboração no apuramento até à última instância da verdade, pois só essa nos interessa”, refere a Dona da Meo, em comunicado.

A empresa liderada por Alexandre Fonseca explica ainda que “refutará tudo o que não for nesse caminho” e esclarece que, no decurso da decisão de inquérito, “a nossa pronúncia será fulcral pelo que, no seu devido tempo, será remetida a esta autoridade, com toda a serenidade e tranquilidade que este processo sempre nos mereceu”.

A AdC informou hoje vai acusar as empresas de telecomunicações Meo e a Nowo de terem constituído um cartel de repartição de mercado e fixação de preços dos serviços de comunicações móveis, vendidos isoladamente ou em conjunto com serviços de comunicações fixas.

“Do cartel estabelecido entre a Meo e a Nowo resultaram aumentos de preços e a redução da qualidade dos serviços prestados, bem como restrições na disponibilização geográfica dos serviços, que penalizaram os consumidores em todo o território nacional”, denunciou a entidade liderada por Margarida Matos Rosa.

Segundo a Altice Portugal, a referida decisão de inquérito arquiva o processo contra a Altice e acusa a Meo e a Nowo, “sendo também esta acusação totalmente infundada pelo que refutaremos também esta, com vista ao apuramento da verdade”.

Notícia atualizada às 19h28

Recomendadas

Grupo Stellantis e DST Solar nas Agendas Mobilizadoras

A inovação verde para a indústria automóvel passa pelas Agendas Mobilizadoras. O ISQ&CTAG irá investir 6,2 milhões de euros.

TAAG recebe aviso de greve dos pilotos com início a 7 de outubro

O Sindicato de Pilotos de Linha Aérea (SPLA) decretou uma greve a partir de 7 de outubro, tendo já sido enviado o aviso de greve à TAAG – Linhas Aéreas de Angola na sexta-feira, anunciou este sábado a companhia aérea angolana.

Infraestruturas de Portugal registou lucro de 32,4 milhões no primeiro semestre

Este valor significa uma recuperação de 71,3 milhões de euros em comparação com os prejuízos de 38,9 milhões de euros verificados no mesmo período de 2021.
Comentários