Altice ganha corrida à PT Portugal com melhoria da oferta

Os franceses da Altive ganharam a corrida à compra da PT Portugal, que inclui o Meo, a telefonia fixa e à área de inovação, ao grupo Apax, Bain e Semapa. Na oferta final a Altice aumentou o preço de 7025 milhões para 7400 milhões a pagar em cash, sendo que 500 milhões de euros, será […]

Os franceses da Altive ganharam a corrida à compra da PT Portugal, que inclui o Meo, a telefonia fixa e à área de inovação, ao grupo Apax, Bain e Semapa. Na oferta final a Altice aumentou o preço de 7025 milhões para 7400 milhões a pagar em cash, sendo que 500 milhões de euros, será pago com receitas futuras. O preço inclui a dívida e que, recorde-se, era de 5700 milhões de euros no final do 3º trimestre. A concretização da operação está ainda dependente da aprovação da Concorrência e ainda das assembleias gerias da Oi e da PT SGPS.

Recorde-se que na última sexta-feira os dois grupos concorrentes entregaram propostas vinculativas finais. A Altice entregou uma segunda proposta pois a primeira tinha expirado o prazo no passado dia 11 d e novembro.

Na noite de domingo, a Altice fez saber que tinha entrado em negociações exclusiva com a Oi para a compra da PT Portugal. A operação está totalmente financiada, com um acordo com a Morgan Stanley, a Goldman Sachs, o JP Morgan, o Crédit Suisse e o Deutsche Bank.

Entretanto, ainda na última sexta-feira o grupo francês e os CTT tinham anunciado uma parceria estratégica que se tornaria efetiva com a vitória da Altice nesta operação. Os CTT vão servir de balcão comercial à PT Portugal e receberão a título de “fee” um pagamento inicial de 15 milhões de euros e mais 15 milhões de euros com a concretização do acordo.

Vítor Norinha

Recomendadas

Alemanha reitera apoio a gasoduto nos Pirinéus e diz que França não excluiu projeto

O chanceler alemão destacou que este projeto tem uma perspetiva de longo prazo e que, para além do transporte de gás no imediato, servirá para fornecer outras energias, como hidrogénio, no futuro.

“Nova atitude da TAP perante os gastos terá de abranger também os pilotos”, desafia SPAC

Sindicato dos Pilotos diz que “enquanto uns têm cortes brutais no seus vencimentos” e ainda há “processos de despedimento em curso”, renova-se o parque automóvel dos cargos de direção “com 79 viaturas”.

TAP diz que renovação da frota automóvel permite poupar anualmente 630 mil euros

A TAP diz que a opção de comprar 50 BMWs representa uma poupança superior a 20% do valor mensal da renda e tributação, relativamente a novos contratos de renting e está em linha com o plano de reestruturação.