Amanhã há “O Jogo Económico”. O que ganhámos com a criação das SAD em Portugal?

Amanhã, a partir das 21h00, no site do Jornal Económico, vamos debater se o desporto português ficou a ganhar com a criação das SAD. Programa desta semana conta com a participação especial do empresário Pedro Baltazar.

Cristina Bernardo

Amanhã, às 21h00, não perca mais uma edição do programa “O Jogo Económico”, o espaço de debate económico onde o desporto é ‘rei’.

Na edição de amanhã, os comentadores residentes, o jornalista João Marcelino e o advogado e consultor Luís Miguel Henrique, moderados por Andressa Pedry vão debater o papel das SAD na gestão no futebol português. Para esta edição, que procura debater se ficámos a ganhar com a criação desta forma jurídica, convidámos Pedro Baltazar, empresário e administrador da Sporting SAD entre 2009 e 2011.

As SAD em Portugal conseguiram implementar-se respeitando o património histórico e cultural do clube, apesar das dúvidas que se criaram há 20 anos sobre esse risco potencial, o de descaracterização do emblema desportivo? Estas estruturas têm cumprido o seu objetivo de facilitar a entrada de novos investidores? Como se pode avaliar a entrada de investidores duvidosos nas SAD de alguns clubes mais necessitados de investimento? Além disso, os defensores das SAD consideram que esta forma jurídica é um bom instrumento de organização de toda a estrutura do clube, de elevada capacidade de integração e agregação, própria de empresas ambiciosas. Pode dizer-se que atingimos esse repto no nosso país?

Além disso, o painel também irá debater o atual momento do Sporting, numa altura em que estão a ser oficializadas as candidaturas para as eleições de 8 de setembro.

A partir das 21h00 de amanhã, acompanhe o debate no site do Jornal Económico.

Se ainda ainda não viu o programa da semana passada, acompanhe aqui como o nosso painel analisou se o futebol em Portugal é bem gerido e se os clubes e os organismos associados à Liga portuguesa dispõem de presidentes/gestores com capacidade para valorizar o produto ‘futebol português’.

Recomendadas

Wolves. A um mês do Mundial, o maior fornecedor da Seleção Nacional está em crise profunda

A pouco mais de um mês para o Mundial, a Seleção portuguesa corre o risco de ter uma boa fatia dos convocados a lutar pela manutenção na Premier League. O Wolves tem alguns dos melhores jogadores portugueses da atualidade, com um forte investimento sobretudo em jogadores da Gestifute. Tema estará em debate na edição desta sexta-feira do programa “Jogo Económico”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira, 6 de outubro

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta quinta-feira.

António Costa e Pedro Sánchez querem um Mundial2030 “para a paz”

“Já demonstrámos capacidade para organizar eventos de primeira linha. Portugal e Espanha estão prontos para receber, juntamente com a Ucrânia, o Mundial de futebol de 2030. Queremos um campeonato para a paz, mostrar o melhor do desporto, mas também os melhores valores da Europa”, escreveu o primeiro-ministro luso na rede social Twiiter, mensagem que também foi publicada pelo presidente do governo espanhol.
Comentários