Amazon deverá anunciar milhares de despedimentos esta semana

O jornal norte-americano “The New York Times” avança que as rescisões podem abranger 10 mil pessoas. A agência Reuters explica que o número exato pode variar consoante a revisão de prioridades das empresas do grupo.

Amazon

A Amazon está a planear anunciar esta semana o despedimento de cerca de dez mil trabalhadores em funções corporativas e da área tecnológica, avançou esta terça-feira o jornal norte-americano “The New York Times” e noticiou também a agência Reuters e o “The Wall Street Journal“, com base em fontes familiarizadas com o processo.

O corte nos postos de trabalho da gigante do e-commerce, que seria o mais significativo desde que a empresa foi criada em 1994 por Jeff Bezos, implica a saída de cerca de 3% dos colaboradores da Amazon. Segundo a Reuters, o número exato de rescisões pode variar consoante a revisão de prioridades dos departamentos e empresas do grupo, entre as quais se encontram a Amazon Web Services, a Amazon Books, a Zappos, a Alexa ou a Whole Foods Market.

Já no início de outubro a tecnológica liderada por Andy Jassy interrompeu a contratação de executivos para a unidade de negócio de retalho, tendo mesmo recomendado aos profissionais de recrutamento que apagassem as ofertas de emprego disponíveis e cessassem os processos de recrutamento que tivessem em aberto.

No terceiro trimestre, a Amazon teve um lucro de 2,9 mil milhões de dólares, que representa uma queda de 9% em relação ao mesmo período do ano passado. Os resultados financeiros assustaram os investidores e levaram a que as ações caíssem mais de 13% e a empresa com sede em Seattle visse a sua valorização ficar abaixo de um bilião de dólares desde abril de 2020.

Em Wall Street, a cerca de 30 minutos do fecho do mercado, os títulos da Amazon caíam 2,02% para 98,75 dólares.

Na semana passada, a Meta, proprietária da rede social Facebook, revelou que iria despedir 11% da sua força de trabalho, o que significa que 11 mil funcionários da tecnológica norte-americana estavam de saída. Os profissionais abrangidos por estes cortes estão a ser contactados por carta individual, a esclarecer os termos da rescisão, e terão oportunidade de marcar uma reunião com um responsável sobre o assunto.

Recomendadas

Binter e Embrar fecham compra de cinco novas aeronaves por mais de 369 milhões de euros

As duas primeiras unidades estão previstas para chegar às Ilhas Canárias em novembro de 2023.

Manuel Champalimaud compra à Novares a área de injeção de plásticos para a indústria automóvel

A aquisição visa reforçar posição do Grupo Champalimaud no sector dos componentes de plástico decorativo e de interface para a indústria automóvel.

PremiumAmazon diz que “continua a fazer investimentos” de cloud em Portugal

A empresa norte-americana de computação na nuvem Amazon Web Services (AWCS)está a desenvolver um centro de dados no país, mas não se compromete com uma data de abertura.
Comentários