PremiumAmazon diz que “continua a fazer investimentos” de cloud em Portugal

A empresa norte-americana de computação na nuvem Amazon Web Services (AWS) está a desenvolver uma infraestrutura de armazenamento de dados no país, mas não se compromete com uma data de abertura.

A Amazon Web Services (AWS) garante que “continua a fazer investimentos na Europa e em Portugal em particular”, apesar de ainda não ter uma previsão sobre a data de abertura daquele que poderá ser um dos seus maiores projetos no país, uma espécie de centro de dados capaz de servir empresas portuguesas e estrangeiras – embora diferente da infraestrutura lançada há poucas semanas na vizinha Espanha.

“Em Espanha abrimos recentemente [novembro] e em Portugal anunciámos em 2021 a criação de uma ‘Local Zone’, que no fundo é um centro de dados e serviços AWS importante para determinadas zonas geográficas que ainda não têm um centro de dados completo”, disse ao Jornal Económico (JE) John Kain, responsável de Banca e Mercado de Capitais na AWS, à margem da conferência re:Invent 2022, que decorre até esta sexta-feira em Las Vegas.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

EBA lança teste de stress de 2023 para a banca e usa o mais severo de sempre dos cenários adversos

O teste de stress a nível da UE será conduzido numa amostra muito maior em comparação com anos anteriores, abrangendo 70 bancos da UE e 75% do total dos activos bancários na UE. Em termos de queda do PIB, o cenário adverso de 2023 é o mais severo utilizado até à data em toda a UE nos testes da banca.

Terminal de carga e granéis de Leixões bate recorde de toneladas em 2022

O terminal aponta como previsão “manter este ritmo de crescimento, tendo recentemente investido em novos equipamentos portuários e no aumento da sua capacidade de armazenagem, permitindo continuar a aumentar a sua capacidade de movimentação de cargas em terminal”, segundo o grupo ETE.

Grupo CaixaBank reforça participação na Sonae SGPS para 5%

Em comunicado ao mercado a Sonae SGPS deu conta que a Critéria Caixa a informou, esta terça-feira, que reforçou a participação acionista de 2,001% para 5,001%.
Comentários