Amazon planeia gastar 95 milhões de euros por ano em publicidade no Twitter

Este valor faz parte da estratégia da retalhista online no regresso à publicidade na rede social agora liderada por Elon Musk, mas está ainda dependente de alguns “ajustes de segurança” na plataforma de anúncios do Twitter.

Gus Ruelas /Reuters

A Amazon pretende gastar 95 de milhões de euros por ano em publicidade no Twitter, segundo um relatório da empresa revelado por um jornalista da “Platformer”, na rede social liderada por Elon Musk, conta o “Business Insider”.

Este valor faz parte da estratégia da retalhista online no regresso à publicidade na rede social agora liderada por Elon Musk, mas está ainda dependente de alguns “ajustes de segurança” na plataforma de anúncios do Twitter. De resto, a Amazon, bem como outras empresas como a Apple ou General Motors tinham anunciado o fim da publicidade naquela rede social, quando o fundador da Tesla adquiriu o Twitter.

De resto, o próprio Elon Musk deu conta no sábado de que a Apple tinhado “regressado totalmente” a publicidade na plataforma. Mais tarde, Musk aproveitou para “agradecer aos anunciantes por regressarem ao Twitter”.

A Apple interrompeu seus anúncios no Twitter após um tiroteio em uma boate LGBTQ em Colorado Springs no mês passado, que deixou cinco mortos e dezenas de feridos, disseram três fontes ao The New York Times.

A General Motors foi um dos primeiros anunciantes a dar conta de que tinha feito uma pausa nos anúncios no Twitter. A rival da Tesla disse em outubro que precisava de analisar a plataforma sob a liderança de Musk. A decisão veio como resultado das preocupações da GM de que os seus dados do Twitter pudessem ser passados ​​para a Tesla.

Embora o regresso de anunciantes possa ser uma boa notícia para o Twitter, fontes internas revelaram ao “The Times” que a receita de anúncios na semana de 20 de novembro ficou 80% abaixo das expetativas.

Algumas marcas só concordaram em anunciar eventos como o Super Bowl e tinham cláusulas de que podem mudar de ideia por qualquer motivo.

Recomendadas

Reditus volta a adiar a apresentação dos resultados de 2021

A empresa estima que “a publicação dos seus documentos de prestação de contas individuais e consolidadas de 2021 seja concretizada até ao dia 24 de fevereiro de 2023”.

Dinamarquesa Eurowind Energy investe mais de 400 milhões de euros em Portugal

A multinacional dinamarquesa Eurowind Energy, que inaugurou esta terça-feira o segundo parque solar de produção de eletricidade do país, quer investir até ao fim desta década mais de 400 milhões de euros em Portugal.

Oito empresas portuguesas no index de igualdade de género da Bloomberg

Em análise estiveram cinco aspetos, desde a capacidade de liderança de talentos até às medidas contra o assédio sexual em ambiente profissional.
Comentários