Amazon testa versão mais barata do Prime na Índia

A gigante do retalho está discretamente a testar um novo tarifário para o serviço Prime. O Prime Lite, como surge apenas a alguns utilizadores indianos, é mais barato e tem o rol de benefícios reduzido.

2 – Amazon (127,4 mil milhões de euros)

A Amazon está a testar um novo tarifário para o serviço de subscrição Prime. O Prime Lite, como surge no website indiano, também permite acesso a entregas ‘gratuitas’ em dois dias, mas traz novidades no Prime Video, que além de passar a incluir anúncios, passa a ter uma qualidade de imagem limitada.

A opção surge a apenas alguns utilizadores na Índia, mas a gigante norte-americana não fez nenhum anúncio ou comunicado sobre a novidade.

O novo tarifário terá um preço de 11,33 euros por ano (999 rupias), enquanto que o modelo standard do Prime custa atualmente 17 euros (1499 rupias) anuais. Para os portugueses que contratam a Amazon pela filial espanhola, já que a empresa não opera a 100% no país, o serviço ronda os 4,99 euros por mês, com o aumento de preços em setembro a colocar a fatura anual em cerca de 50 euros.

O Prime está disponível para os utilizadores indianos desde 2016.

Recomendadas

Tesla dispara na bolsa depois de resultados recorde de 2022

Ao fecho das negociações em Wall Street, cada ação da Tesla estava avaliada em 177,90 dólares, mais 17,63 dólares do que no dia anterior. Isso fez com que a empresa encerrasse a semana numa valorização de 33% face à semana anterior
Supremo Tribunal de Justiça

Supremo Tribunal de Justiça alerta para campanha de ‘phishing’ que usa logótipo do STJ

De acordo com as boas práticas e de forma a não ser vítima de ‘phishing’, o STJ recomenda, assim, que os utilizadores de plataformas digitais nunca acedam a links ou anexos de emails que se vislumbrem desconhecidos ou suspeitos.

Flybe. Companhia aérea que foi liderada por CEO da TAP apresenta falência

Christine Ourmières-Widener esteve dois anos e sete meses na Flybe, saindo nove meses antes da low-cost britânica apresentar falência pela primeira vez, na mesma altura em que a pandemia fechou os espaços aéreos e aeroportos.
Comentários