Ameaça de bomba em Lisboa evacua edifícios entre Saldanha e Marquês de Pombal

Os edifícios e estabelecimentos situados dentro do perímetro de segurança estabelecido entre o Saldanha e a rotunda do Marquês de Pombal, em Lisboa, foram evacuados e encerrados, disse o porta-voz da PSP da capital.

A circulação automóvel foi cortada pelas 15h30 na Avenida Fontes Pereira de Melo, entre o Saldanha e a Avenida António Augusto de Aguiar, devido à presença de um pacote suspeito no edifício da Conservatória do Registo Civil. Mais tarde, pelas 16h45, o perímetro foi alargado até à rotunda do Marquês de Pombal.

De acordo com o comissário Sérgio Soares, em declarações aos jornalistas no local, além do edifício da Conservatória, foram também evacuados e encerrados estabelecimentos e edifícios dentro do perímetro estabelecido, “para cumprir o protocolo de segurança”.

Pelas 17h15, uma equipa de inativação de explosivos estava dentro edifício da Conservatória a “avaliar a situação”, adiantou Sérgio Soares.

O alerta para a chegada de um pacote suspeito ao edifício foi dado pelas 14h00 por chamada telefónica através do 112 (número nacional de emergência).

Recomendadas

Premium“Portugal é um país onde ainda compensa ser-se corrupto”

Quem o diz é o presidente da Transparência Internacional Portugal, Nuno Cunha Rolo. Já a deputada socialista Alexandra Leitão lamenta que se coloquem os políticos todos no mesmo saco.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

Corrupção. Em menos de onze meses, já há mais 733 novos inquéritos do que na totalidade de 2021

Entre 1 de janeiro e 25 de novembro de 2022, foram registados 3.598 novos inquéritos relativos a crimes de corrupção e criminalidade conexa, aumento considerável face à totalidade do ano de 2021, período em que deram entrada 2.865 inquéritos, revela a Procuradoria Geral da República em comunicado.
Comentários