Ameca, o novo robô humanóide hiper-realista da Engineered Arts

O Ameca é um robô humanóide, criado pela Engineered Arts. O objetivo é que possa ser programado por outras empresas para testar software de reconhecimento facial e  de voz e também sistemas de visão computacional.

Muitas vezes, a ficção científica antecipa aquilo que será o futuro. Os robôs da Engineered Arts fazem-nos sentir como se estivéssemos próximos da realidade do filme de ficção científica “I, Robot”, passado em 2035 e no qual os robôs humanóides interagem diariamente com os humanos. 

Esta empresa britânica de robótica desenvolveu um robô humanóide, batizado de Ameca, que é capaz de replicar de forma muito realista as nossas expressões faciais e movimentos corporais. 

Apesar de ser apontado como um dos robôs com forma humana mais avançados do mundo, ainda não consegue caminhar, mas isso estará para breve. 

O grande objetivo da Engineered Arts é que o Ameca seja uma plataforma para o desenvolvimento da inteligência artificial. Ou seja, permitir a outras empresas programar o robô e testar, por exemplo, software de reconhecimento facial e de voz e também sistemas de visão computacional. 

O Ameca deverá ser comercializado por 100 mil libras, podendo também, em alternativa, ser alugado. 

Artigo original publicado em SuperToast by INSTINCT.
Também disponível em Newsletter e Podcast.

Recomendadas

Venezuela prepara acordos com petrolífera Chevron após alívio de sanções

A Venezuela anunciou hoje que vai assinar, nas próximas horas, acordos com a petrolífera norte-americana Chevron para impulsionar o desenvolvimento local de empresas mistas (capital público e privado) e a produção de petróleo.

“Via Verde rejeita categoricamente qualquer acusação de burla” que circule no Portal da Queixa

“Sempre que um cliente passa numa portagem e a transação falha, a Via Verde comunica diretamente com o cliente a dar conta de um eventual problema”, justifica. “Este alerta visa sempre proteger os clientes. Se o problema for confirmado, o cliente pode subscrever um plano Via Verde ou, se assim preferir, comprar um identificador novo”, esclarece fonte oficial da empresa ao JE.

ORES Portugal compra três hipermercados por 26,2 milhões que alugará ao Continente

Os três ativos imobiliários são objeto de contratos de arrendamento de longa duração com o Continente, do grupo Sonae, segundo um comunicado da SIGI do Bankinter e da Sonae Sierra.
Comentários