Anacom. Rede móvel da Vodafone tem “o melhor desempenho” na Grande Lisboa

Entre os 22 indicadores de serviço móvel, de serviço de dados e de cobertura de rádio, a Anacom atribuiu o “melhor desempenho” à Vodafone em 17, seguindo-se a NOS (16) e a Meo (12).

A Vodafone Portugal tem “o melhor desempenho” no cômputo geral dos serviços móveis de voz e dados e de cobertura 2G, 3G e 4G na Área Metropolitana de Lisboa, de acordo com as conclusões de um estudo da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom), divulgadas esta segunda-feira, 3 de agosto.

Entre os 22 indicadores de serviço móvel, de serviço de dados e de cobertura de rádio, a Anacom atribuiu o “melhor desempenho” à Vodafone em 17, seguindo-se a NOS (16) e a Meo (12).

“O estudo relativo à Área Metropolitana de Lisboa revela que a cobertura rádio dos operadores analisados apresentou bom desempenho global. Em GSM (2G) registaram-se os níveis de desempenho mais elevados, com diferenças pouco expressivas entre operadores, enquanto nas tecnologias UMTS (3G) e LTE (4G) se observaram desempenhos inferiores e as diferenças entre operadores foram mais significativas, destacando-se o melhor desempenho da Vodafone”, lê-se.

O regulador das comunicações diz não ter verificado “diferenças entre operadores no que toca às capacidades de estabelecimento e de retenção de chamadas”, o que indica um “bom desempenho global” de Vodafone, NOS e Meo (detida pela Altice Portugal). Contudo, “embora pouco relevantes na perspetiva do utilizador”, registou diferenças no serviço de cada operador na integridade da conversação e ao período médio necessário para estabelecer uma chamada – nestes dois parâmetros a Vodafone tem superou a concorrência.

Nos serviços de dados, a Anacom garante que Vodafone, NOS e Altice estão equilibradas “no que toca às capacidades de estabelecimento e de retenção de sessões de dados, em todos os serviços analisados”. Ainda assim, há “diferenças de desempenho entre os operadores” relativamente às transferências de ficheiros, apesar “dos bons ritmos médios de transferência de dados” tanto em download como em upload.

“Observou-se ainda uma variabilidade muito elevada deste indicador, com ritmos máximos em torno de 153 Mbps e 62 Mbps e mínimos de 0,2 Mbps e 0,7 Mbps, respetivamente em download e upload”, indica a Anacom. Neste ponto, destacaram-se Vodafone e NOS.

Já o serviço de navegação na internet “registou razoáveis durações médias de transferência de páginas web, de referência e pública, sendo pouco expressivas as diferenças entre” Vodafone, NOS e Meo. Também o serviço de video streaming do Yotube registou “bom desempenho global sem diferenças expressivas entre operadores”.

Quanto à latência de transmissão de dados (tempo entre a ação tomada e a resposta do dispositivo), a Anacom diz ter registado os “níveis adequados, embora com alguma variabilidade, tendo-se observado ligeiras diferenças entre operadores”. Neste ponto, a Vodafone também se destacou.

As conclusões da Anacom referem-se ao terceiro estudo regional de avaliação do desempenho de serviços móveis de voz e dados e da cobertura 2G, 3G e 4G, disponibilizados pela Meo , NOS e Vodafone. Os primeiros dois estudos abrangeram as regiões do Alentejo e o Norte do país.

Relacionadas

Estudo da Anacom indica rede da Vodafone como a melhor no Alentejo

O estudo da Anacom, que também considerou o desempenho das chamadas de voz e da utilização de dados móveis no Alentejo, foi realizado em maio de 2019, entre os dias 7 e 28, nos distritos de Portalegre, Évora e Beja, bem como em parte dos distritos de Santarém e Setúbal, num total de 58 municípios (correspondente a 34% da superfície do país).

Comunicações do Norte à lupa. Sucesso das chamadas é de 96% em três operadoras, avalia Anacom

A Vodafone apresentou os melhores desempenhos em ‘download’ nesta região, com ritmos médios de 46,53 Megabits. A NOS ganhou na duração de transferências de páginas web, com uma média de 6,5 segundos, concluiu o regulador.
Recomendadas

El Corte Inglés contrata mais de 500 colaboradores para o Natal

“Para além deste período de Natal, há ainda possibilidade de permanecerem em contratos futuros, tal como tem acontecido em anos anteriores”, garante a empresa.

Bosch Industry Consulting abre escritório em Espanha

As operações da Bosch Industry Consulting em Espanha irão beneficiar da existência do centro de competências da Bosch em Aveiro.

EDP Brasil emite papel comercial no valor de 292 milhões de euros para amortizar dívida ao BNDES

O objetivo da emissão é realizar o pagamento antecipado da dívida com o Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social – BNDES, no montante aproximado de 470 milhões de reais e distribuir o restante ao acionista, diz a empresa.
Comentários